"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

23/02/09

Fado das três Rosas!


Em Alfaião eu nasci,
Em Alfaião me criei,
Em Alfaião aprendi,
Tantas coisas que eu sei!

Oh Alfaião Terra Querida
Terra amada, onde eu nasci
Grandes lições para a vida
Em Alfaião Aprendi!

Vinte anos cá vivi
Aprendi a trabalhar
Fui chamado e parti
Para a vida Militar.

Fui chamado para a guerra
Fui cumprir o meu dever
Disse adeus à minha terra,
A Pátria fui defender.

Três anos de sofrimento,
Longe da Terra e dos meus...
Mas ao terminar meu tempo,
Regressei graças a DEUS!

Vim construir o meu Ninho,
Onde eu tinha raiz...
Tenho amor, tenho carinho,
Tenho uma vida feliz.

No centro do meu jardim,
Eu plantei uma roseira...
Floriu duas rosas para mim:
Que eu Amo para a vida inteira.




Este é o fado das "Três Rosas", que meu pai nos dedicou e escreveu em Junho de 1995


Aqui fica outro, que ele dedicou a Nossa Senhora da Veiga, por o ter curado, quando esteve muito doente no Hospital de Santo António, no Porto, em 1982:


Logo a partir desse dia
Renasceu minha alegria
E também o meu Viver.
E eu agora sei bem,
Pelo teu Amor de Mãe...
Valeu a pena sofrer!

Treze anos já passaram!
As minhas forças voltaram !
Hoje eu canto maravilhas.
Obrigada minha Mãe,
Já posso dizer também ,
Eu já criei minhas Filhas!

Louvor a Nossa Senhora da Veiga, pela sua cura...Escrito em Agosto de 1995



Quis partilhar com todos os meus alunos e amigos...estes dois fados escritos pelo meu pai, com o sentimento que só aqueles que sofrem e sentem com o coração, conseguem escrever. Também eu agradeço a Deus e Nossa Senhora por tantas vezes que nos tens ajudado...Pelo Pai MARAVILHOSO...Pelas minhas Filhas, a minha Mãe, que tão corajosa tem sido no meio de tanto sofrimento...Obrigada meu Deus.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"