"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

17/04/09

O Freguês Caloteiro!



Luísa Dacosta nasceu em 1927, em Vila Real de Trás-os-Montes. Formou-se na Faculdade de Letras de Lisboa, em Histórico-Filosóficas. Mas as suas "Universidades" foram as mulheres de A-Ver-O-Mar, que murcham aos trinta anos, vivem e morrem na resignação de ter filhos e de os perder, na rotina de um trabalho escravo, sem remuneração, espancadas como animais de carga (-Ele não me bate muito, só o preciso) e que, mesmo afeitas, num treino de gerações,às vezes não aguentam e se suicidam (oh! Senhora das Neves! E tu permites!) depois de um parto, quando o mundo recomeça num vagido de criança! Às mulheres de A-Ver-O-Mar "Deve" a língua ao rés do coloquial. Foi professora do ciclo preparatório e alguma coisa deve também aos alunos: o ter ficado do lado do sonho. Isso tem-na motivado a escrever para crianças.
Autora do livro: "O Freguês Caloteiro", que serviu de pretexto para o estudo do texto dramático.
Os alunos gostaram, pois o freguês apaixonado, suspirando de amor, quer ficar bonito para a sua amada, mas não quer saber de pagar a conta ao barbeiro, após o serviço feito! Acaba por levar forte pancadaria!
Deste modo, a Mariana e o Luís prepararam em casa a dramatização da cena, vindo com adereços de barbeiro para a aula de Português. Porém, o Luís foi substituído pelo Sérgiu, sempre disposto a colaborar, porque o Luís se sentiu intimidado na hora de representar.
Foi um momento de boa-disposição, em que ambos os personagens, barbeiro e freguês, foram reencarnados pela Mariana e o Sérgiu, que mais pareciam actores a sério. A turma assistiu com prazer, como se de uma verdadeira peça se tratasse...os adereços ajudaram a concretizar a ideia, para emprestar ao texto um pouco de realidade, como se estivessemos numa barbearia.
É por estas e por outras que, estar com adolescentes nos rejuvenesce e ser professora de Língua Portuguesa me dá tanto prazer.
Parabéns aos três alunos do 6ºB: a Mariana, que mais parece uma verdadeira actriz; o Luís, sempre empenhado e que preparou os adereços e, sobretudo, ao Sérgiu pela capacidade de improvisar no momento, por ser sempre capaz de transmitir alegria...por ter sido um freguês à altura!

10 comentários:

Luz disse...

Tu e a adolescência, eu e a infância...
Eles fascinan-nos e plenificam a nossa vida.Ser professor é isto mesmo...
E lá dizia Sebastião da Gama (um dos meus grandes mentores):
“Vão ser as aulas o que eu gosto que elas sejam: um pretexto para estar a conviver com os rapazes, alegremente e sinceramente. E dentro dessa convivência, como quem brinca ou como quem se lembra de uma coisa que sabe e que vem a propósito, ir ensinando. Depois, esta nota importantíssima: lembrar-se a gente de que deve aceitar os rapazes como rapazes: deixá-los ser: 'porque até o barulho é uma coisa agradável, quando é feito de boa-fé.'
Houve nesta conversa uma palavra para guardar tanto como as outras, mais que todas as outras: 'O que eu quero principalmente é que vivam felizes'."
Obrigado pelo teu SER PROFESSOR!
Luz

IsabelPreto disse...

Luz:
eu é que agradeço pelas tuas palavras de conforto e aceitação...para mim, não há nada melhor do que estar com os alunos ou as minhas filhas...aliás toda a minha vida gira em volta dessa certeza: nasci para ser mãe e...professora...como no estágio me disseram...transfiro esse tom maternal para a escola...Beijinhos.

BC disse...

E ser professor é uma honra pelos ensinamentos que vão deixando ao longo dos anos!!!!
Abraço
Isabel
bc-outrossorrisos.blogspot.com
bc-beblogspocom.blogspot.com

WOLKENGEDANKEN disse...

E ser professor(a) nao é a melhor profissao do mundo !! Eu penso que sim

MARIANA P. 6ºB disse...

sim ser prof. é uma grande honrra,principalmente a prof. Isabel que é um doce de mulher


estou a estudar para ser como a prof.




porque a ademiro muito, como prof. e mulher


esta melher
tem sabeduria
que nos dá sempre
muita alegria

IsabelPreto disse...

Obrigada, doce Mariana...tu é que és uma linda flor...e a minha alegria vem daquilo que os alunos, como tu, me fazem sentir.
Beijinhos

Mariana 6ºB disse...

obrigado a prof. tambem é um grande doce.

Mariana 6ºB disse...

uma flor
sou eu
nascida no
campo de Viseu

hááááaááááááááááááá

prof. como vóce devem ser bem tratadas com muito carinho,não sam de plástico mas Sim de vido com mistora de prucelana
amanhã trago o meu cd
bejs

BC disse...

Vim desejar uma boa semana, e que o sol apareça com mais vontade!!!
Beijo
Isabel

Anónimo disse...

essa historia e muito engraçada

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"