"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

22/04/09

Planeta Triste

Vou falar-vos de um Planeta: o Planeta triste! Nesse Planeta, tudo era a preto e branco. Não havia cores, por isso não havia alegria nem outros sentimentos.
As pessoas só podiam vestir-se de preto ou de branco; tinham uma cara sem expressão nenhuma, sempre de indiferença, por isso, não reagiam a nada: nem à alegria, nem à tristeza…era sempre tudo igual!
Nesse Planeta vivia um pequeno príncipe, que sonhou que nesse Planeta nem sempre a vida fora a preto e branco, que outrora houvera cor, alegria e toda a espécie de sentimentos…
As pessoas não podiam continuar a ter uma vida sem cor, sem sabor e sem sonhos! Não podiam continuar a fazer constantemente as mesmas coisas diariamente, sem alterar sequer a expressão do olhar!
Quem teria feito semelhante maldade? Quem teria roubado as cores deste Planeta?
O nosso pequeno príncipe decidiu que tinha de descobrir a verdade e salvar o Planeta!
Logo de manhã, pôs-se a caminho da floresta longínqua, onde morava o Sabetudo, um sábio muito amigo de todos, sempre disposto a ajudar.
Mal chegou a casa do sábio, ficou a saber da terrível desgraça, que se abatera sobre o Planeta. Sabetudo viu, na sua bola de cristal, o passado. Assim, descobriram o terrível segredo…uma bruxa invejosa e sempre maldisposta roubara a alegria de todos, atirando todas as cores para um buraco negro, dentro de um baú, fechado com uma chave mágica…Só alguém de coração puro, poderia descobrir a tal chave e, se descobrisse onde ficava o buraco negro…então, talvez o Planeta fosse salvo.
O sábio deu ao pequeno herói, disposto a tudo, um líquido mágico que o transportaria numa maravilhosa aventura!
O principezinho bebeu o líquido mágico e começou a flutuar…fechando os olhos descobriu o lugar onde a bruxa guardara a chave e desejou alcançá-la. Se assim desejou, mais depressa o conseguiu! Por artes mágicas, a chave apareceu-lhe nas mãos! Viu-se depois a cair num tremendo buraco escuro e sentiu medo…mas depressa se tranquilizou, pois o seu desejo era sincero; apenas queria devolver a vida ao Planeta Triste. Sim, porque aquilo não era vida! As pessoas não reagiam a nada! Nunca se riam sequer! E sempre as mesmas cores…até metiam aflição: casas pretas ou brancas, animais…flores…tudo! Já imaginaram uma rosa preta? Já imaginaram um Planeta completamente a preto e branco?
Bem…voltemos à história: finalmente o principezinho aterrou numa fofa almofada e viu a um canto o famoso baú…correu a abri-lo e, para seu espanto, viu um arco-íris a sair lá de dentro! Tantas, tantas cores, há tanto tempo aprisionadas! Depressa as cores se espalharam por todo o Planeta e a alegria renasceu!
A bruxa começou a flutuar, mas essa mal sabia que o seu destino era ficar aprisionada no baú, dentro do buraco negro, donde nunca mais sairia.
As pessoas correram a vestir-se com roupas coloridas…tudo ganhou cor e alegria…agora podiam voltar a sonhar.

Alunos de várias turmas, no Clube de Português

7 comentários:

BC disse...

Isabel desculpe mas vou ser franca agora estou com pressa, logo prometo que passo para ler com atenção o texto______________há coisas que não se lêem a correr__________passe pelos sorrisos e traga o abracinho
Beijo
Isabel

disse...

OI....
Gostei imenso do que escreveu no meu blog sobre os filhos...
OBRIGADA PELO COMENTARIO!

BJ DA Bé

Luz disse...

Parabéns pelo texto!
Luz e meninos da Brandoa

cris disse...

Aos meninos que escreveram o texto e à Isabel os meus parabéns. É preciso incentivar as crianças a escrever e a CRIAR!!
Bjitos da Cristina

BC disse...

Isabel, não consegui vir ontem, mas como sou uma mulher cumpridora, cá estou_________deliciei-me com a história, sou muito infantil nestas coisas, ou gostarei muito de viver estes sonhos e estas magias, que eles retrataram tão bem.
Por alguma razão criei dois blogues ligados precisamente aos afectos, aos sorrisos e às crianças__________aliás tenho alguns poemas no SLETRAS,que já ficaram para trás, dedicado às crianças, as suas brincadeiras,às
suas histórias.
Beijinhos
Isabel

E é bom que as crianças saibam distinguir a magia da realidade, mas que nunca percam esse lado do sonho.
(Ah! também sou Bé, desde nascença)

Mariana 6ºB disse...

este mundo cores
vai ter nem banco
nem preto para
a professora ver

ray15 disse...

amei mas eu acho que devemos ajudar que comcorda deixe um recado dizemdo eu

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"