"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

16/05/09

DECÁLOGO DA FAMÍLIA!


DECÁLOGO DA FAMÍLIA
Nos dias que correm, por vezes, esquecemo-nos das nossas prioridades...o trabalho, as exigências da vida...Mas nunca devemos esquecer o valor da família.
Ontem as minhas filhas esperavam-me em casa com um decálogo da família e um desenho, que me fez esquecer logo o cansaço de estar até às oito na escola, a ouvir falar de indisciplina numa formação!
Comi à pressa, peguei na Sofia ao colo, a Sara sentou-se do outro lado e li-lhes: "Nasredin e o burro", uma história divertida, que ontem também contei aos alunos.
Soube-me tão bem terminar o dia assim! Há que relembrar prioridades e roubar aos nossos dias esses momentos preciosos.

5 comentários:

Anónimo disse...

Olá Isabel,

Também gosto imenso de ler para o meu filho mais pequeno. O mais velho já não aprecia esses momentos, mas sempre que acho que devo partilhar saberes, curiosiddes ainda o faço...
Um beijo para ti e continua a partilhar o prazer de ler!

Paula Gomes

Xinha disse...

Que delícia!
Estes momentos são preciosidades...
Muitos beijinhos da Xinha

cris disse...

Como eu te entendo!!
Passamos a vida tão atarefadas...a escola, os alunos, o "trabalho de casa"...mas a prioridade terá sempre que ser a familia. Se não formos nós quem cuidará dela?
Beijinhos grande

Carla Pimentel disse...

Momentos preciosos de partilha em família (nada melhor para terminar o dia)... bom fim-de-semana.

Anónimo disse...

Isabel, Parabéns por teres partilhado, no blog, esse momento LINDO com as tuas filhas. A família é o que de mais precioso temos e, quantas vezes fica "esquecida", devido à nossa profissão.
Um Beijinho para ti e para as tuas FILHOTAS!!!
mariana emídio

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"