"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

17/06/09

Aos meus Alunos!

"Sei coisas que vocês não sabem, do mesmo modo que vocês sabem coisas que eu não sei ou já esqueci. Estou aqui para ensinar umas e aprender outras. Ensinar, não: falar delas. Aqui ... e onde quer que nos encontremos."

In Diário, Sebastião da Gama
Mesmo com o ano a terminar e sabendo que todos vão seguir caminhos diferentes e deixar de ser meus alunos...quero que nunca se esqueçam: estarei sempre aqui, quando precisarem de mim...para todos! Prometo.
Mil beijinhos e estudem muito, não percam aquilo que hoje todos têm: o grande sonho de se tornar alguém...Lutem pelos vossos sonhos, nunca perdendo de vista a Escola, a vossa maior aliada.

3 comentários:

Princesa disse...

Bom dia

A vida é bela
e as esperanças nunca devem acabar
Assim como também não deve acabar
o Amor que existe dentro de nós,

(para meditar)

Um beijo e um bom dia para si

Marta Vasil disse...

Isabel, pego no excerto "Ensinar, não: falar delas.Aqui ... e onde quer que nos encontremos."
Não vai ser a distância entre a Isabel e os seus alunos que vai impedir a concretização do que transcrevi em cima. Em qualquer lado se pode aprender e ensinar, falar, e este blogue pode ser um espaço privilegiado para manterem acesa essa chama de amizade e cumplicidade que professora e alunos deixam transparecer.
Beijinho

MV

Alegria disse...

Tanta dedicação só reverterá em boas relações, todos guardamos dentro de nós uma professora, eu mesmo me lembro e infelizmente nunca mais a vi, seu nome Thereza, estava na 4a série, você para seus alunos será minha Thereza, guardada com carinho no nosso coração e jamais será esquecida. O amor que você dá aos seus alunos é inolvidável, beijos e fique com Deus.

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"