"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

24/06/09

Homenagem Sentida!

Neste ano lectivo, a nossa Escola perdeu um grande amigo, companheiro e lutador dos direitos dos professores. Era professor de Matemática e sindicalista, lutando sempre por uma escola melhor...Deixou-nos, mas até no momento da partida foi especial, pois morreu a jogar.
A nossa escola prestou-lhe hoje uma linda homenagem, inaugurando um placa com o seu nome, no nosso novo Pavilhão de Educação Física, para que sempre o possamos recordar.
Monteiro, ficarás eternamente no coração de todos os colegas da Escola.
Foste amigo de todos, um professor preocupado...alguém sempre com um sorriso nos lábios, que a todos nos alegrava, pois junto de ti ninguém estava triste!
Hoje, este acto solene foi lindo, embora difícil para sua esposa e filhos, mas mereceu a pena.
A sua querida esposa, muito forte e corajosa, leu um texto lindo, daqueles que se escrevem com o coração, terminando com a certeza de que se vão reencontrar um dia.
Também nós te pedimos para esperar aí no céu, onde Deus te quis...Um dia iremos ter contigo.

3 comentários:

Alegria disse...

Sinto muito pela tua dor Isabel.
Meus sentimentos.

Xinha disse...

"Se me amas, não chores.
Se conhecesses o mistério imenso do Céu onde agora vivo, este horizonte sem fim, esta luz que tudo reveste e penetra, não chorarias, se me amas!
Estou já absorvido no encanto de Deus, na sua infindável beleza.
Permanece em mim o teu amor, uma enorme ternura que nem tu consegues imaginar.
Vivo numa alegria puríssima.
Nas angústias do tempo, pensa nesta casa onde um dia estaremos reunidos para além da morte, matando a sede na fonte inesgotável da alegria e do amor infinito.
Não chores, se verdadeiramente me amas!"
Santo Agostinho

Isabel Preto disse...

Que lindo, Xinha! És realmente uma pessoa linda, por dentro, que DEus me deu a sorte de conhecer.
Beijinhos.

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"