"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

04/09/09

Sonhos que ficam para trás!

Aquilo que eu suspeitava, confirmou-se! Deixou de haver espaço para o Clube de Língua Portuguesa! Outras batalhas mais urgentes se avizinham: a aprendizagem do Português como Língua não materna e o ensino da Matemática, que "se apoderou" completamente de toda a escola!
Ainda pensei que, no Clube, pudesse continuar com alguns alunos do ano anterior, mas esse sonho desvaneceu-se!
Este ano, aguarda-me a enorme responsabilidade de levar uma "imensidão de alunos" a aprender Português, alguns a "dar os primeiros passos" nesse mundo fantástico, que é a nossa Língua.
Vou ter duas turmas de Percursos Alternativos de 6ºano, duas turmas de 6º com currículo normal, Estudo Acompanhado e...apoiar os alunos estrangeiros...Sinto uma enorme responsabilidade, pois se não conseguir que esses alunos avancem, não me sentirei realizada!
Fiquei frustrada e reagi mal a princípio, porque nesta escola vou deixando os sonhos para trás!
Quando cheguei a esta escola há quase seis anos, vinha habituada a leccionar Francês, que era a minha paixão! Como eu adorava ensinar Francês! Aí sei que era realmente uma profissional à altura...Nasci em França e ainda agora deliro com tudo que é francês! Mas...acabei por aceitar que não voltaria a ser professora de Francês!
Depois "dei vida" ao Clube de Língua Portuguesa há 4 anos e apaixonei-me por ele! Aí os alunos trabalhavam em equipa, auxiliando-se uns aos outros, criando, brincando com as palavras...sem serem avaliados por isso, sem se sentirem diminuídos, perante os outros...ficava encantada com o resultado! Sem se aperceberem, íam sendo cada vez melhores, na disciplina...Mas, agora esse sonho também tem de ficar longe do meu coração!
Este ano foi a surpresa total! Fico com a responsabilidade de ensinar os alunos oriundos de Países Estrangeiros! É tudo novo para mim! Percursos Alternativos e Português Língua não materna!
Vale-me o facto de me "apaixonar" facilmente, de conseguir cativar os alunos e de habitualmente ultrapassar desafios com sucesso, por mais complicados que pareçam, mas custa!
Agora já serenei e começo a pensar no que fazer e como fazer, pois quero fazê-lo bem feito, como sempre vivendo para a escola e os alunos...esquecendo tantas vezes o que não devia!
Mas também tomei uma decisão, este ano não vou deixar as minhas filhas sozinhas! A Sara vai para o 5ºano, vai precisar tanto de mim e a Sofia, com 4 anos, não pode estar sempre sem mãe! Uma mãe que, no ano anterior, chegou a estar 12 horas fora de casa e em casa nunca tinha tempo para nada! Isso não vou voltar a fazer...em casa vou ser da família.

3 comentários:

Maria da Luz Borges disse...

Isabelinha
Estou de acordo contigo. A família tem que ser a nossa primeira pprioridade!
Apaixona-te pelos alunos, sim, mas a família deve ocupar sempre o primeiro lugar. E quanto aos sonhos, são isso mesmo, sonhos. Comandam a vida, mas às vezes também é preciso abdicar deles.
Tem calma Isabel. Este mau momento vai passar!!!

Xinha disse...

Sem qualquer tipo de dúvida...os nossos filhos antes de tudo o resto e aproveita cada momento pois o tempo voa e nunca volta atrás.
Beijinho da Xinha

Alegria disse...

Isabel, minha cara professora apaixonada, sei o quanto esta sendo difícil, mas sonhos podem ser reconstruídos, tijolo por tijolo, idéia por idéia. Quem sabe um dia não terá um espaço teu para apoiar teus alunos, fora da escola, tudo que se faz de coração acaba por encontrar um caminho.

Beijos e um forte abraço.

Renata

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"