"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

11/01/10

José Moscavide!

No tempo de Jesus Cristo, havia um homem chamado José Moscavide.
Certo dia, quando José estava a "apanhar banhos de sol" na praia, uns adolescentes aproximaram-se dele e entregando-lhe um frasco, exclamaram:
-Isto é para ti, são moscas, ouviste Zé das Moscas?- afirmaram, rindo às gargalhadas.
Mas o José nem se importou, pois gostava de todas as criaturas da terra. Pensou logo guardar as moscas consigo.
De Moscavide, passou a ser conhecido por Zé das Moscas.
No dia seguinte, no Templo as pessoas gritaram:
-Vem aí o Zé das Moscas! Cuidado com as suas terríveis amigas, as moscas!
Ele nem ligou. Entrou no Templo, onde todos gozaram com ele.
Contudo deu um conselho às pessoas:
-Estão a gozar comigo, porquê?Não vos tratei mal e se não querem ser meus amigos, pelo menos deixem-me em paz!
Todos começaram a ter mais respeito por ele, pois perceberam que não tinham o direito de gozar com alguém que nada lhes fizera.

Filipe, 6ºF

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"