"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

24/02/10

Texto a partir de um jogo de cartas!

Era uma vez um velho, que foi viajar, pois restavam-lhe poucos meses de vida e tinha de revelar um grande segredo ao seu neto!
Estão curiosos, por saber o segredo, não?
O pior é que existia uma feiticeira, que se transformava no animal que quisesse e resolveu descobrir esse tal segredo!
Passou a espiar o velhinho, de dia e de noite! Ele não dava um passo, sem que a feiticeira o seguisse!
Ela tinha esses poderes, graças a um anel mágico, que lhe permitia ser o animal, que quisesse...Transformada em águia, seguiu o velhote durante toda a viagem!
Mal chegou junto do neto, o velhinho revelou o segredo...havia uma fonte, que tinha um portal mágico: o portal dos feiticeiros...para entrar e tornar-se sábio, tinha de dizer uma palavra mágica!
A feiticeira ouviu tudo...ou melhor, quase tudo, pois não chegou a ouvir a palavra mágica, com a pressa de ir para a tal fonte, onde se transformou em serpente!
O neto do velhote chegou e, graças à tal palavra mágica, conseguiu destruir a feiticeira e entrar no portal mágico, onde adquiriu sabedoria.
Trabalho de grupo: Sandra, Pedro e Bruna, 6ºJ, a partir de um jogo de cartas.
Cartas usadas: segredo, velho, fonte, anel, serpente, viajar, curioso

1 comentário:

Maria da Luz Borges disse...

Parabéns! Está muito bonita!
Luz

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"