"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

16/03/10

Sonhos sem conta!

Era uma vez uma História solitária, que não tinha com quem conversar.
A História vivia numa mansão enorme e velha!
Mas um dia, chegaram muitas crianças à mansão, com os seus dois educadores.
Eles vinham de um orfanato, que já era pequeno para tantas crianças e, como a mansão estava abandonada e era enorme, os dois educadores: o senhor Mendes e a senhora Freira decidiram mudar-se para lá.
Logo que chegaram à mansão, começaram a limpar tudo e até pintaram as paredes, deixando-a com um aspecto lindo e colorido...E, foi então que as crianças descobriram a História e a levaram aos educadores. Colocaram-na num sítio, onde a pudessem ler, quando quisessem...a nossa História ficou radiante, por agora ter imensos nomes e aventuras e, ainda por cima, viver rodeada de crianças.
Gonçalo Brás, 6ºF, na Ficha de Avaliação

2 comentários:

Maria da Luz Borges disse...

Parabéns pela tua história Gonçalo. Gostei muito.
Luz

Anónimo disse...

Merci de l'info, ça pourra servir à d'autres bloggeurs

Look into my web site Yasmine

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"