"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

12/05/10

A Festa dos brinquedos!

Era Natal e dois meninos desejosos de abrir os presentes, perguntaram à mãe:
-Mãe, quando é que podemos abrir os presentes?
A mãe respondeu sorrindo:
-Só depois de beberem o cacau quente.
E assim foi...Mariana e João beberam o cacau quente e correram a abrir os presentes, cheios de ansiedade.
Já mais tarde, foram deitar-se, muito cansados, pois a noite de Natal é sempre longa!
De noite, Mariana levantou-se para beber um copo de leite, mas ao passar em frente do quarto dos brinquedos, ouviu música!
Surpreendida foi, a correr em bicos dos pés, chamar o irmão no outro quarto.
-João, acorda, depressa!-sussurrou-lhe a irmã, ao ouvido.
-Que se passa?- respondeu ele, meio adormecido...Por que não me deixas dormir?
-Ouvi música no quarto dos brinquedos.
-Estás a falar a sério?-retorquiu espantado e incrédulo.
Foram os dois até ao quarto dos brinquedos, espreitar...Depararam-se com um monte de brinquedos a festejar o Natal, que depressa os viram e logo os convidaram a entrar na festa!
Dançaram, cantaram e brincaram toda a noite! Estava a amanhecer...tinham de voltar para a cama, antes de serem "apanhados" pelos pais, que aliás nem acreditariam na magia daquele Natal!
enquanto dormiam...ouviram uma voz chamar por eles, que vinha da cozinha:
-Mariana...João...para a mesa-chamou a mãe.
E lá foram eles ensonados, tomar o pequeno-almoço, sempre a pensar como foi giro ficar acordado, até às tantas da madrugada a dançar e cantar com os seus brinquedos!

Raquel Silva, 6ºE

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"