"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

30/09/10

Um diálogo da turma A...

-Ai, Amélia, Amélia...Bons olhos te vejam, mulher. Nem calculas o que me aconteceu...
-Conta, conta depressa, desembucha, mulher...
-Então, não é que fui visitar os meus netinhos e resolvi ir pela serra, por ser mais perto...
-Tu és mas é uma doida varrida! Então não sabes que por aí é muito perigoso?!
-E eu lá sou mulher de ter medos?! Eram mesmo os lobos que me faziam ir dar uma grande volta! Não, não, que eu cá sou muito radical!
-E se um lobo te comia, hein?
-Pois é, mas eu cá enganei-os bem enganados!
-Ai é? Então como é que fizeste?
-Disse-lhes que na volta viria mais gordinha e ainda lhes trazia arroz-doce...
-Só tu para teres ideias dessas! Então e como é que fizeste na volta?
-Ora, muito fácil, enfiei-me dentro de uma cabaça e passei por eles a cantar!
-A cantar?!
-A cantar: "roda, roda, cabacinha, não vi velha, nem velhinha, roda, roda cabação, não vi velha, nem velhão!"
-Mas que história mais mirabolante! Mas deixa-me cá ir à minha vida, que ainda vou à fisioterapia...ai, ai, esta dor nas cruzes, que não passa!
-Até à vista, Amélia...e quando quiseres, podemos tomar um chazinho.

1 comentário:

O Baú do Xekim disse...

Olá AMIGA.

Uma feliz Quinta pra si e família.

Beijinhos.

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"