"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

25/11/10

O Mundo do alfabeto!

Há muito, muito tempo, havia um mundo diferente dos outros mundos: "O Mundo do Alfabeto".
Cada uma das letras tinha uma casa feita à sua medida. Viviam felizes e sossegadas, sem problemas e davam-se todos bem, pois cada um sabia qual o seu lugar...Mas um dia... Tudo mudou! O céu que era azul e límpido, tornou-se cinzento e escuro! Algo se passava...
-O que aconteceu?-perguntou a letra F.
-Eu não sei, mas é uma coisa muito esquisita!-confirmou a letra P.
Mal elas sabiam que ainda se passava outra coisa: faltava uma letra, naquela confusão e ao fazer a contagem...
- Quem ouvir o seu nome põe o dedo no ar, letra A, onde está o A ? Não estou a ver o dedo no ar!! - exclamou a letra Z.
- Eu sabia!! Faltava alguma letra, ainda por cima a primeira letra do Alfabeto.
Num país vizinho viviam os números, ora os números eram um povo mais triste. Não brincavam e simplesmente contavam e contavam, enquanto "O Mundo do Alfabeto" fazia textos, inventava jogos, compunha canções... Era um povo mais alegre. E as letras pensaram muito bem e chegaram a uma conclusão, os números vieram à noite e raptaram a letra A.
As letras estavam muito preocupadas...
Querem saber como continua a história?
Aguardem o próximo capítulo...
Alice, 5ºD

3 comentários:

Maria da Luz Borges disse...

Claro que quero saber a continuação. Vou ficar ansiosamente à espera do próximo capítulo da história da Alice.
Parabéns Alice, escreves muito bem
Parabéns Isabel que consegues motivar crianças tão novinhas a escrever tão bem e com tanta criatividade.

Beatriz C. disse...

Parabens Alice, o texto está muito engraçado!

Alice Lampreia disse...

obrigado!!!

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"