"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

30/11/10

O Peixe Azarado!

Na aula de Português Língua Não Materna, construimos uma história a partir de um conjunto de imagens.
Certo dia, o senhor Emanuel decidiu ir à pesca com o seu neto Flávio e conseguiram apanhar um peixe. Flávio ficou muito satisfeito, por ver o peixe a nadar no balde, onde o avô o tinha colocado.
Pelo caminho, de regresso a casa, Flávio admirava o lindo peixinho!
Porém, mal chegaram a casa, o avô preparou-se para arranjar o peixe para o jantar...Ao ver que o peixe ia morrer, Flávio desatou a chorar! Acabou por convencer o avô a levar o peixe de volta ao rio!
Atiraram o peixe ao rio e o Flávio ficou contentíssimo, mas eis que aparece um peixe maior que apanhou o desgraçado do peixe que acabara de regressar ao seu lar!
O avô e o neto ficaram desiludidos, pensando que afinal o destino do peixinho era a morte! Mas querem saber um segredo? Aquele peixe maior era a mãe do peixinho, que apenas viera agradecer ao senhor Emanuel. Afinal, o peixinho não era nada azarado! Era, mas é, um grande sortudo!
Texto elaborado por Celso, 6ºF, Melissa, 5ºF e Jocelina, 7ºC

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"