"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

19/11/10

O Ponto de Interrogação?????

A turma D é uma turma de verdadeiros escritores, muito talentosos! Fico deliciada a ouvir, cada vez que lêem um texto, elaborado por eles.
Um dia destes, a propósito da Pontuação, dramatizámos um belo texto da autoria de Vera Vilhena, um presente que gentilmente a Vera me enviou. Lembrei-me, então, de pedir aos alunos um texto sobre a Pontuação. Passámos a aula inteira a ouvir ler, pois estavam todos uma delícia.
O João Miguel, além de um lindo texto, ainda explicou a razão de ter escolhido o Ponto de Interrogação. Digam lá se não tem mesmo jeito e talento, para escrever:
"Escolhi o Ponto de Interrogação, pois ele ajuda-me a conhecer coisas novas. É com ele que aprendo, o que não sei, através das perguntas e das dúvidas.
É através deste sinal de Pontuação que mostramos as nossas dúvidas e procuramos respostas às nossas perguntas.
As perguntas fazem parte da nossa vida, desde que somos pequeninos, pois desde cedo procuramos saber o porquê das coisas, é a "idade dos porquês".
Depois vem a escola e com os nossos professores continuamos a crescer, a aprender e a perguntar.
Depois, mais crescidos, queremos saber coisas sobre o nosso trabalho...sobre tanta e tanta coisa...este sinal está sempre connosco, pois há sempre coisas que não sabemos." E agora cá vai uma história engraçada sobre o Ponto de Interrogação:
Uma vez abri um livro, os sinais de Pontuação estavam todos a saltar, estavam contentes e sempre a brincar.
Não percebi o que se estava a passar, fechei o livro e tornei a abri-lo, mas os sinais continuavam a brincar! Esfreguei os olhos, para ver bem e vi que estavam a festejar.
Decidi ficar a observar a festa daqueles sinais, de repente, apercebi-me que o Ponto de Interrogação estava quietinho e a chorar! Então, começámos a falar:
-Estás triste? Não estás a brincar, porquê?
- Porque, nesta festa, não entram as perguntas...
-Não entram? Mas porquê?
- Porque eles já sabem tudo e esqueceram-se de mim!
-Não podes estar a falar a sério! És o sinal mais importante da vida, és tu que nos ajudas a aprender, és muito importante, sem ti, não tínhamos como fazer as perguntas, que precisamos, para ficar a saber o que não sabemos...
-Mas...Eles já sabem tudo!
-Aí é que te enganas! Há sempre coisas para aprender e para fazer...
-Achas mesmo?
-Claro que sim! Afinal, sem ti, esta festa não tem graça. Tens de ir ali para o meio perguntar quem é o rei da festa!
-Tens razão, obrigado pela tua atenção...
Já era tarde, fechei o livro e fui dormir.
De súbito, ouvi muito barulho e decidi abrir o livro outra vez...Estavam todos a saltitar e a dizer:"Viva o Rei da festa! Viva o Ponto de Interrogação!"
Os sinais de Pontuação também começaram a ficar cansados e acabaram por adormecer... O Ponto de Interrogação veio ter comigo e perguntou:
-Sabes quem eu sou?
Eu respondi:
-És o Rei da festa!
João Miguel, 5ºD

1 comentário:

MAE DO 5 D disse...

Grande texto Joao. Esta muito bom

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"