"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

21/01/11

"As pupilas do Senhor Reitor" 2

(...) Depois de todos os aparatos e intrigas, Pedro viu Daniel a namoriscar com Francisca!

Sem querer acreditar que, depois de tudo o que acontecera, Daniel pudesse ser capaz de enganar Margarida, Pedro sem se conter correu para o irmão, dizendo:

-Tu és um homem sem carácter! Não mereces que a Margarida sofra por ti.

Francisca, vendo que os dois irmãos poderiam "enrolar-se" numa luta, correu para a capela, gritando:

-Padre! Padre! Venha socorrer-me!

O padre correu, agarrando na sua batina acercou-se do local da contenda e encontrou os dois irmãos a lutar entre si:

-Parem com isso, homens de Deus!

Ouvindo o padre, os dois pararam de lutar, mas continuaram zangados.

Passado algum tempo e como os dois continuavam sem se falar, o pai ameaçou deserdá-los.

Daniel resolveu pedir desculpa pelos erros cometidos a Margarida.

Margarida, vendo que o arrependimento do marido era verdadeiro, acabou por perdoá-lo.

Pedro e Daniel também perceberam que era melhor fazerem as pazes.

O pai viu todos novamente felizes e também fez as pazes com os filhos.

E querem saber a melhor? Francisca acabou por ir para Lisboa com o padeiro da aldeia!


Francisco Rega, 5ºA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"