"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

10/01/11

Ilusões?

Era uma vez um menino que tinha tantas ilusões, eram tantas, que os seus colegas também começavam a tê-las.
Um dia o menino estava numa loja de computadores e viu um computador a dizer para o outro:
-Ouve lá, por que é que nós estamos aqui?
-Sei lá, talvez para nos venderem.
-É uma possibilidade...
-Se calhar, é!
O menino já devia estar com ilusões ou alucinações...Computadores a falar?!
Mais à frente, viu duas televisões a conversar:
-Ouve lá, queres ouvir uma piada?
-Diz lá...
-Estavam dois amendoins numa árvore, um cai outro descasca-se a rir.
-Ah, ah, ah! Que piada! Liga mas é a televisão.
O miúdo estava ainda a rir, mas logo se deparou com dois livros chateados...
-Estás a rir de quê?!
-De nada, seu ignorante!
Estás a chamar ignorante a quem?
O menino afastou-se e deixou-os em paz...Mas quando chegou a casa, viu a sua casa a dançar com a dos vizinhos!
Seriam ilusões?
Pedro Ferreira, 5ºD

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"