"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

03/01/11

O velho e o anel mágico!

No tempo em que as galinhas tinham dentes, existiu um velho muito curioso, que decidiu viajar.
Quando chegou ao seu destino, apareceu-lhe um estranho homem que lhe disse:
-Toma este anel. Ele é mágico...Este segredo tem de ser bem guardado. Quando precisares, ele te ajudará.
-Obrigada, meu bom homem. E...sim...vou guardá-lo.
Mais tarde, o velho tendo de passar por uma floresta, com densa erva, foi picado num pé por uma serpente! A custo, conseguiu matá-la e arrastou-se até junto de uma fonte, onde esgotado saciou a sede. Desmaiou e, ao acordar, não se recordava de nada!
Reparou no anel e perguntou-se de onde viera aquela jóia! O brilhante do anel começou a ficar vermelho e disparou um raio, que acertou na testa do velhote! Novamente, o velho desmaiou, mas ao acordar, recordou-se de tudo e disse:
-Já sei por que razão este anel é mágico!
Quanto ao motivo por que o recebera, continua um mistério! E quem seria o homem que lhe apareceu?
Pedro Dionísio e Luís, 5ºD

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"