"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

28/01/11

O Verão ainda vem longe, mas...

Num dia de verão, fui com os meus pais e a minha irmã à praia.
Logo que chegámos, fomos brincar na areia, junto à água e comecei a olhar com atenção para o mar. E o que vi?
Uns peixes encarnados brincavam com as ondas, riam-se e davam saltos. Um deles distraiu-se e saltou para a areia, junto dos meus pés, mas voltei a colocá-lo na água, para que continuasse alegremente a brincar e não morresse.
O mar espreguiçava-se na areia, vindo brincar com os meus pés e eu esperava pela próxima onda, para continuar a brincar com a água.
Como recompensa, o mar ofereceu-me uns caranguejos e umas conchas lindíssimas.
Um dos caranguejos pediu-me:
-Põe-me no mar, pois tenho lá toda a minha família!
As conchas também disseram:
-Não abras a minha porta, a minha filha está a dormir.
Devolvi as conchas e caranguejos ao mar, que a rir e a saltar, desapareceram nas ondas.
Rafaela, 5ºA

2 comentários:

Uma PROFESSORA apaixonada.... disse...

Ai que delícia de texto...
Espero que um dia meus alunos cheguem a esse nível, luto tanto para isso!
Beijosss,
Lu

Catarina Monsanto 5ºA disse...

A Rafaela tem muito jeito para fazer textos(acho eu).
O texto está fantástico.
Parabéns Rafaela.

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"