"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

17/02/11

Em tempos existiram três leitõezinhos que viviam com a mãe.
Como já eram crescidos, a mãe disse-lhes que chegara a hora de serem independentes.
Assim resolveram fazer as casas onde iriam habitar. O mais calão fez a casa dele com palha! Foi o mais rápido e assim pôde ir brincar.
O irmão do meio fez a casa com paus, também foi rápido até terminar. E foi logo ter com o irmão.
O terceiro mais prestável e inteligente fez a casa com tijolos.
Chegada a noite, ficaram nas casas que tinham feito. O LOBO terrível andara todo o dia a observá-los e estava faminto! Por isso, foi bater à porta do primeiro leitãozinho.
-Toc, toc.
-Sim?- disse o leitãozinho apavorado.
-É o lobo e pretendo entrar. SE não abrires, sopro até a casinha voar.
E assim fez! A casa rapidamentese desfez!
O pobre, coitado, foge para casa do irmão, mas o lobo fez o mesmo...
-Toc, toc.
-sim!? – disseram os leitõezinhos apavorados.
- É o lobo e exijo entrar, se não abrirem, soprarei, soprarei e farei a casinha voar!
ASSIM foi! A casa levanta voo novamente e ambos fogem para casa do irmão, para a casa de tijolos e o LOBO vai atrás deles.
-Toc, toc- Aí está O LOBO A BATER CADA VEZ MAIS ESFOMEADO!!!
-Ora diga?- disse O leitãozinho mais velho.
-É o lobo e exijo entrar, se não abrires, sopro até a casinha voar!
Assim fez, mas a casinha nem se mexe! O lobo olha para a chaminé e pensa que seria por ali que poderia entrar... Sobe ao telhado, mas o leitão, que era bastante esperto, tem o grande caldeirão com sopa a ferver...O lobo cai directamente dentro do caldeirão! Assim que sai, em pânico, foge para o meio da floresta e até hoje os três irmãos vivem felizes, sem serem incomodados pelo lobo!
Pedro, 6ºG

1 comentário:

Maria da Luz Borges disse...

Sabes Pedro, amanhã vou ler a tua história aos meninos da minha sala. Eles vão adorar!

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"