"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

28/03/11

Amizade ou Solidão?

...Depois de toda aquela aventura que a nossa amiga história passou, continuou a pensar ser inútil, quer dizer naquela casa velha não há ninguém a não ser ela. Mas não se preocupem, eu tenho um plano, vou entrar em acção e perguntam como?! Simples, eu a partir de agora, é que mando na história, por isso eu é que decido se ela tem amigos ou não. Mas ela vai ter, eu vou transformar-me no livro que nunca ninguém ouviu falar, porque fui eu que inventei o nome, e chama-se “ AMIZADE OU SOLIDÃO ”, e que tal?! AH! Deixem-me já dizer, este livro fala do poder da amizade, da escolha de ser útil ou não, resumindo fala de todas as incertezas da nossa história, porque ela tem de saber o que quer ser. Por isso atenção!!! Num esplendoroso dia de Sol alguém batera à porta da casa velha... pronto o lar da história: era eu transformada em carteiro, para chegar à campainha. Seguidamente transformei-me no livro. Ela abrira a porta e ficara espantada quando me viu, e perguntou-me:

_ Quem és tu e o que queres?

Fiquei em pânico o que é que eu ia inventar? Ah!!!! Já sei!!! _ BEM SOUBE QUE A SENHORA MORAVA AQUI POR ISSO VIM FAZER A INSPECÇÃO DA CASA DOS LIVROS, MAS ESTOU A VER QUE A SUA CASA É GRANDE E UM BOCADINHO POEIRENTA POR ISSO NO MÁXIMO VOU TER DE FICAR POR CÁ 4 DIAS.

_ Como queira, mas aviso-a já que a casa está uma lástima!

_ É para isso que cá estou para tornar a casa MELHOR, MAS PRIMEIRO O b.i.

_ Como queira. – disse a história desconfiada das minhas ( puras ) intenções. Nome: história só Nº DE PÁGS: 124 Localidade: Rua do desespero, nº23, solidão. Código postal: 10034-879 Altura: 25 cm Peso: 5 kg

_ Muito bem o documento está todo em ordem, por que não entramos para começar a arrumação – disse eu porque a operação “ SALVAR HISTÓRIA SÓ DA SOLIDÃO” VAI COMEÇAR!!!

Os dias iam passando e íamos-nos tornando cada vez mais amigos, até que, num dia de trovoada, não pudemos ir brincar para os caminhos de ferrugem, mas estávamos divertidas, porque estava a chover. Então sentámo-nos nas duas poltronas ( tinha arranjado uma para mim ) ao pé da lareira que agora estava acesa, e foi a História que quebrou o silêncio:

_ Como te chamas, ainda não disseste o teu nome?

_ Chamo-me amizade ou solidão, mas trata-me por Amizade.

_ Amizade, qual é a tua história?

_ Bem, a minha história fala sobre uma história sozinha e que depois de muitas aventuras continuava sozinha, até que um dia outra história, sem ela saber, a foi ajudando a nunca mais ter solidão e, sim amor. E no final eles casaram-se e tiveram muitas histórias e viveram felizes para sempre. Fim!!!

_ É UMA HISTÓRIA ESTRANHA FAZ-ME, LEMBRAR UM DÉJÀ VU.

_ Mais ou menos... é que a minha história é a tua vida, mas agora preciso de saber uma coisa, preciso de saber se estás disposta a deixar o teu lindo lar e a vires comigo para descobrires mistérios, segredos e muito mais, vivendo aventuras. E então aceitas?

_ Claro, que sim estou farta de estar aqui, apenas precisava de um empurrãozinho, mas já o fizeste..

_ Então vamos lá! – disse eu- porque a minha missão estava concluída.

Depois daquela conversa eu parti ( porque o meu lugar é noutro sítio…) e a história continuou a sua vida só que desta vez, rodeada de amigos para novas aventuras. AH!!! Já me ia esquecendo ela também fez umas mudanças no seu bilhete de identidade ( B.I ), ora vejam: NOME: história de aventuras Nº DE PÁGS.: 500 OU MAIS LOCALIDADE: RUA DA ALEGRIA, 24, felicidade código postal: 4444- 500 Altura: 25cm PESO: 4 KG FIM!!! JOANA ANSELMO, Nº 15 5ºD 27/03/2011

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"