"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

30/03/11

A minha avó é um livro de contos!

-Olá, avó, tenho uma coisa para te perguntar.

-Desembucha lá!

-O que aconteceu em 1974, no dia vinte e cinco de Abril?

-Mas, porque queres saber...

-Por curiosidade, apenas.

-Está bem. Eu trabalhava na companhia telefónica e, por isso, andava de café em café...

-Conta mais!

-Nesse dia, por momentos, fiquei assustada, pois durante algum tempo só se viam tropas e polícias na rua.

Depois...passou no rádio uma música revolucionária, naquele tempo proibida.

Ouviam-se pessoas a gritar:"Abaixo o Salazar! Abaixo o Salazar!"

-As pessoas estavam cansadas, não é avó?

-Estavam cansadas e fartas de se sentir amordaçadas. Não havia liberdade para nada!

-Foste para a rua também, avozinha?

- Fui, pois! Estava curiosa e fiquei assombrada com o carro das tropas à volta do quartel do Carmo. Estás a gostar de ouvir?

Mas eu já ressonava!

-Acácio, leva o rapaz para a cama.

No dia seguinte, à noitinha, voltei a perguntar:

-O que tens para mim hoje, avó?

-Vou contar-te sobre um acontecimento muito importante. Aconteceu, quando eu era nova. O "tsunami Angolano", tal como chamaram a um tsunami que destruiu tudo em Angola...

-Conta, conta lá avó!

-Está bem...eu estava lá com os meus padrinhos, estava na praia a andar de cavalo, quando este teve uma reação estranhíssima! Fugiu da praia, comigo no dorso! Os meus padrinhos foram atrás de mim e, quando me viram, numa esquin com a cabeça do cavalo deitada nas minhas pernas, não perceberam logo. Levaram-me para o hotel e soubemos que acontecera um tsunami lá na praia, onde tínhamos estado!

Deram mil beijinhos ao cavalo e compraram-lhe uma sela de ouro!

-Que história, avó!

E noite, após noite, a minha avó tem sempre uma história para contar...na verdade, a minha avó é um livro de contos, uma caixinha de surpresas!


Gonçalo, 6ºG

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"