"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

06/05/11

As gajas são lixadas!

"O meu amigo Helder levou ontem um medíocre da nossa professora e, quando chegou ao recreio, pôs-me uma mão no ombro e disse-me com cara de quem sabe muito bem do que é que está a falar: “Sabes o que eu te digo, pá? As gajas são lixadas!”

Fiquei-me com aquela. Se o Helder dizia é porque devia ser verdade. Eu é que andava distraído e nunca tinha pensado a fundo nesses assuntos relacionados com gajas. Mas pensando bem, pensando bem, o Helder tinha toda a razão. Verdade, verdadinha: “As gajas são lixadas”.

Bastava lembrar-me da Armandinha que em vez de me dar os cromos das pastilhas elásticas preferia deitá-los para o caixote do lixo só para me irritar. E da Célia, a quem pedi namoro e se desatou a rir. E da Joana que todos os dias me dizia que eu tinha cara de sapo engasgado.

O Helder tinha mesmo razão. Quando fui para casa, ia a repetir cá para comigo: ”As gajas são lixadas! As gajas são mesmo lixadas!” Olhava para cada mulher que passava por mim na rua e pensava: “Tu és uma gaja lixada!” Vinha outra... “Tu também és uma gaja lixada!”

Cheguei a casa a repetir baixinho “As gajas são lixadas! As gajas são...”, e olhei para a minha avó, “As gajas são...” “O que é que vens a dizer, filho?”, perguntou-me ela. Eu nem disse nada. Fiquei corado desde o calcanhar até ao alto da cabeça. Ela a querer saber o que é que eu tinha, e eu que não tinha nada. Nadinha.

Ai não que não tinha! Fui logo a correr para o meu quarto e pus-me a pensar muito depressa que é a única maneira de pensar quando estamos aflitinhos.

Pus-me a pensar...A minha avó não era lixada. E a minha mãe também não. Nem a minha madrinha.


Muito menos a Rita das trancinhas do 3º esq. que não era mesmo nada lixada.
Mas não havia dúvidas.O Helder tinha toda a razão. As gajas são lixadas.As gajas são mesmo lixadas.O problema é que, entre as mulheres que eu conhecia, não tinha a sorte de conhecer nenhuma gaja."


In, Diário inventado de um menino já crescido, Gailivro, 2007

2 comentários:

Anónimo disse...

Ola professora eu conheço esta historia foi o JOSE FANHA que escreveu.Ainda nao consegui descobrir o escritor misterio!!!
Dia 19 e os idolos da escola nao podemos ter teste disse a D.T

RITA

Isabel Preto disse...

Olá, minha querida, conheces tantos livros, que cada vez te admiro mais!
Quanto ao escritor, este mês não é muito fácil...no primeiro nome...ajuda pensar em flores...
E quanto ao teste, mudamos o dia, se tiver de ser, mas depois falamos.
Beijos grandes

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"