"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

18/09/11

Aventuras no século XIII

No século XXIII, mais conhecido pela era da revolução das Nails, uma top model chamada Lili, linda e maravilhosa, entrou numa casa-de-banho portátil, coisa rara, num acto de desespero.
De repente encontrou uma alavanca e disse:
- Deve ser o autoclismo.
Puxou para baixo e caiu num túnel, indo parar a uma aldeia.
Mascava a sua pastilha oportunamente e olhava em redor , até que avistou ,uma guerreira e um rapazinho e perguntou:
- Onde estou? Quem são vocês?
A guerreira respondeu:
- Eu sou uma guerreira, chamo-me Diana e este "caramelo" ao meu lado é o Miguel, um rapazinho do circo que é malabarista!
-AAAH!!! Eu sou a Lili super famosa top model. Não lêem revistas?
-Que revistas?- perguntou a Diana.
-Mas afinal em que século estamos?- desesperou a Lili.
-Estamos no século XIII - disse o Miguel e acrescentou:
-Puxei uma alavanca de uma casa-de-banho. Mas afinal qual é a vossa historia?
-Bem, a minha é simples, sou uma guerreira destemida que ia ser coroada cavaleira e o meu grande sonho é ser famosa
-Mm mm!!! E Qual é a tua rapazola?
- Eu sou um rapaz do circo, sou malabarista e queria abrir o meu próprio circo de sonho. Com confiança nas minhas capacidades tenho a certeza que vou conseguir.
-Que interessante, como é que eu saio daqui?
-Acho que há uma maneira. Temos de ir para a Terra dos Sonhos, uma terra distante.
Até lá, vamos passar por um labirinto com enigmas. Mas o mais assustador é que existe uma lenda em que fala de um Minotauro chamado Aníbal, de um urso gigante e de um guerreiro- respondeu Diana.
- E como é que lá chegamos. Não te atrevas a chamar um táxi odeio táxis prefiro limosinas. Podemos aproveitar e encontrar a melhor loja de Nails do mundo. Estou à procura dela há "montes de tempo".
-O que é um táxi,, uma limusina e uma loja de nails? Não te esqueças que estamos no século XIII. Por isso vamos de cavalo- disse o Miguel
-Óptimo adoro equitação- disse a Lili com ar sarcástico
Montaram os cavalos e partiram à aventura. Passaram dois dias até que chegaram a Gremlin... Estiveram alguns dias na aldeia e tiveram de partir novamente. Passado algum tempo depois de terem cavalgado muito, avistaram um labirinto:
- É ali!!!-disse a Diana.
No início havia três caminhos.
- Bem, acho que está na hora de nos separarmos- disse o Miguel.
-Olha, eu vou por ali, tu vais por aqui e tu vais por acolá- disse a Diana.
-Está bem, mas se eu rasgar o meu vestido ou partir os meus saltos, vocês pagam o arranjo!- exclamou logo a senhora Dona Lili.
Seguiram os seus caminhos. Primeiro vamos ver o que se passou com o Miguel:
o primeiro obstáculo que teve de atravessar foi... tambores.... ele o escolhido para percorrer o labirinto mais complicado. Estava quase a chegar ao fim quando um urso se pôs à frente dele:
-Olá urso, podes sair da frente , por favor?
O urso não respondeu.
-Olha o parvo do urso, que está aqui à minha frente e não apresenta razões por isso? Espera lá que vais ver- e o Miguel desatou a tirar bolas de dentro do bolso e atirá-las ao urso. Foi tipo Paintball e quando se foi embora o urso já estava K.O. Chegou ao fim. O obstáculo já estava vencido.
Agora chega a vez da nossa brava guerreira, que teve de puxar pela cabeça e usar a sua espada. Logo à primeira aparece-lhe um feiticeiro comum chapéu bicudíssimo:
-Olá feiticeiro queria perguntar-lhe se pode sair da minha frente educadamente. Não sei se sabe, mas eu não tenho muito tempo porque tenho de passar este labirinto para ajudar os meus amigos a concretizar os seus sonhos- disse a Diana.
O feiticeiro respondeu que a deixaria passar, se respondesse a um enigma:
-E que enigma?-perguntou Diana.
-Ora cá vai: como é que eu me chamo?
-Essa é fácil. Você chama-se ninguém, porque sabe, eu não o conheço, por isso só lhe posso dizer isso. E estranhamente o feiticeiro evaporou-se no ar. Foi andando até que encontrou um guerreiro, que a desafiou para um duelo.
Claro que ela ganhou e ainda disse:
- Finalmente derrotei um guerreiro a sério!!!
Cá estou eu a segunda Joana D'Arc!!!.
Gloriosa, continuou o seu caminho até chegar ao fim, onde se encontrou com o Miguel.
-A Lili onde é que está?
- Está no labirinto.
- Ai, mas quando é que eu posso ligar à Té? Não apanho rede nenhuma, mas qual é a deles? Sem telemóvel não faço nada.
Andou, andou a olhar para o telemóvel, tropeçou, enrolou-se no vestido, caiu e partiu a unha. Desatou a gritar:
-112, 112, chamem o112, parti a unha, AAAH!!!!.
Passados 5 minutos de gritos histéricos e choradeira, lá resolveu arranjar a unha, com um estojo de emergência que tinha na mala. Chegou ao fim. Encontraram-se os três a Diana e o Miguel disseram em coro:
-Onde estiveste?
-Problemas técnicos- respondeu a Lili. Andaram pelo menos, 5 quilómetros e encontraram outra máquina do tempo, perdida na Terra dos Sonhos. Mas antes que lá pudessem chegar, apareceu-lhes um Minotauro( lembram-se o Aníbal ) atravessou-se à frente deles e rugiu.
Fizeram que sim com as cabeças uns para os outros e disseram:
-Atacar!!!.
A Lili atirou um gancho que foi parar mesmo dentro do nariz do Minotauro, que parou de respirar. O Miguel atirou-lhe bolas e a Diana usou a sua espada. Derrotaram o Minotauro, foram para a máquina do tempo e foram para o século XXI.
Conclusão: a Diana apareceu na capa da revista " Damas e Cavalos" e tornou-se famosa. O Miguel viajou para uma terra distante e montou o seu circo de sonho. E a Lili encontrou a melhor loja de Nails do mundo e arredores, fez umas Nails de 6cm e viu uma senhora de idade a fazer umas de 7cm da Hello Kitty.

Este texto foi escrito no ano passado, quando eu era ainda do 5ºD.

Beatriz Calado, 5ºD
Joana Anselmo, 5ºD
Luís Pinheiro, 5ºD

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"