"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

20/10/11

Fadas, feiticeiros e muito mais...

Era uma vez um cavaleiro que foi cavalgar na floresta. Estava um dia magnífico e o sol radiante! A certa altura, o cavaleiro ficou incrédulo com o que viu: mesmo no meio da floresta, estava uma linda fada! Ele pensava que as fadas só viviam nos livros de contos encantados e na imaginação das crianças, mas afinal não, pois diante de si estava a mais linda fada que se pode imaginar! Após conversar com a fada, tornaram-se amigos e o cavaleiro ofereceu-se para a levar a passear. A fada nunca tinha andado a cavalo, por isso, aceitou logo!

No caminho encontraram um feiticeiro muito perigoso! Um feiticeiro, perguntam vocês? Sim, porque não? Se existem fadas, também existem as criaturas do mal!

Então o feiticeiro e o cavaleiro envolveram-se num terrível combate!

A fada decidiu logo apoiar o cavaleiro. Juntaram-se e combateram contra o feiticeiro . O cavaleiro e a fada venceram o combate, porque a fada sabia de magias e o cavaleiro lutava admiravelmente!

E os dois continuaram o seu passeio, pela floresta cada vez mais encantada!

De repente, repararam numa caixa muito estranha! Não me admirava nada, se fosse mágica!

Mal o cavaleiro abriu a caixa, viu um espelho e sabem que mais? Afinal, não era a caixa que era mágica, era o espelho! Mal tocaram no espelho, foram transportados para outro lugar! O espelho fazia viagens no tempo! Eles foram parar a uma ilha! Nessa ilha, viram os piratas das Caraíbas!Falaram com o chefe dos outros piratas; foram para a cidade dos piratas e o cavaleiro apaixonou-se pela princesa. De onde é que saiu a princesa, perguntar-me-ão? Ora, uma história sem romance, não tem graça nenhuma! Na cidade dos piratas, vivia uma princesa, pois então.

Mas ainda não acabou...porque o pai da princesa não gostou do cavaleiro e logo o mandou matar!Mas o cavaleiro tinha uma espada muito grande e poderosa, por isso, lutou contra os seus adversários e venceu-os a todos!

E como se não bastasse...a princesa foi raptada pelos Irlandeses!

Então, o nosso bravo cavaleiro foi salvar a princesa e o pai da princesa chegou a dar-lhe a mão da filha em casamento. Também pudera, melhor marido para a filha não poderia arranjar! Afinal, o cavaleiro era amigo de uma fada, venceu o feiticeiro, falou com os piratas, ganhou a todos e ainda conseguiu ir buscar a princesa, quando foi raptada!

Dias depois... os dois casaram-se e tiveram de partir para fazer a sua própria vida . No caminho eles...bem, imaginem a continuação de tantas aventuras, pois a história já vai longa e o cavaleiro já tem a sua princesa.


Bendito e louvado, meu conto acabado!

Claudino, 7ºE e Secuna, 6ºG, nas aulas de Português Língua Não Materna (texto corrigido e melhorado pelo grupo)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"