"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

11/10/11

A partir de:"O Pássaro Verde!" II

(...) Um dia o pássaro Verde adoeceu! Começaram a cair-lhe as penas, ficou muito magro e triste. A princesa começou a chorar muito e perguntou:
-Que poderei fazer, para te salvar?
Com voz fraca, o pássaro respondeu:
-Sabes, eu sou mágico, por ser verde, esta cor tão especial. Tenho poderes e poderei salvar-me com os meus poderes especiais, mas infelizmente estou a perdê-los!
-E então-disse a princesa-que posso fazer?
-Só posso ter os meus poderes de volta com uma planta muito importante.
-Onde é que ela está?-perguntou.
-Está dentro do palácio, onde vivias...o rei tem-na escondida.
-Mas...-disse a princesa.
-Eu sei que tens más recordações de lá, mas preciso mesmo da tua ajuda querida princesinha!
-Está bem!-exclamou a princesa, que nada lhe poderia negar.
Partiu em busca da planta, porém, quando chegou, teve receio...entrou dentro do castelo e encontrou duas das suas irmãs que disseram:
-Que bom, ver-te! O pai já tinha saudades!
-Sim?! Mas eu vinha cá para salvar o meu amigo, pássaro verde e ele precisa de uma planta que o pai tem guardada. Sabem onde está?
-Sim!!!
O rei ficou contente por voltar a ver a princesa, apesar de a ter magoado há muito tempo, ela também ficou contente por reencontrar o seu pai.
Explicou-lhe a sua história e o rei deu-lhe a planta e, quando se ia embora, nem ele nem as irmãs queriam que ela partisse. Para os consolar, prometeu que voltaria.
Foi-se embora e, quando encontrou o pássaro verde, este estava quase a morrer! Mas ela ainda consegiu salvá-lo, com a ajuda da tal planta!
Tudo ficou bem, mas a princesa parecia triste, pois tinha saudades de casa. O pássaro achou que ela deveria ir para o palácio, viver com a família, mas ele também iria com ela.
O rei e as suas filhas viveram felizes para sempre, com o pássaro verde que era mágico!



Rita Nunes, 6ºA

4 comentários:

Anónimo disse...

Meus queridos leitores deste blg , que petem-se a uma grande mulher , professora e amiga.
Meus queridos alunos aproveitem bem tudo o que esta senhora tem para dar.
Ainda estão no início do ano, e podem não estar a perceber o que estou a dizer mas daqui a pouco vão-me entender.
Vocês têm muita sorte com a vossa professora.
Com isto quero enviar-lhe uma grade beijo.
Da sua amiga Sofia Fouto

Isabel Preto disse...

Querida Sofia:
retribuo esse beijo, que me tocou fundo na alma! Fico com lágrimas nos olhos, ao ler este comentário, pelo carinho que me dedica...Acredite, que é recíproco: também eu, a considero uma grande mulher, com bem mais mérito do que eu! Para mim...é, sem sombra de dúvida, a pessoa mais linda que conheci e o seu filho...bem, morro de saudades dele! Felizmente, tive a sorte de ser professora dele e de tocar no coração dele e da família, por isso, sinto-me grata, pois nem todos têm a sorte de fazer parte da vossa vida. Obrigada, minha doce amiga. Adoro-vos. Beijinhos.

Anónimo disse...

Rita.

Na pesquisa do Japão, é para fazer no caderno?
Bjs

Isabel Preto disse...

Sim, Rita, basta escrever no caderno.
Beijinhos.

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"