"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

15/11/11

Little Chicken Hawk rouba o fogo!

"Little Chicken Hawk (Djungarabaja), Big Hawk (Bugaidjma) e Dingo (Mojin) foram acampar junto a um monte elevado, nos terras de Dolg Mdngala e Maranunggus. Dingo saiu para recolher inhames doce e azedo. Retornando, ele disse: “Irmão, vamos quebrar uma madeira especial para fazer fogo. Torcendo o graveto o fogo começa e vamos cozinhar essa comida.” Dingo torceu, mas quebrou-o, torceu de novo e quebrou. Ele não conseguia acertar. “É melhor eu sair e pegar uma brasa viva para para que possamos ter um bom fogo.”
Ele deixou o acampamento e se escondeu atrás de um pântano. Um monte de mulheres havia saído para coletar inhame e comida, e agora elas voltaram do campo com tudo. Elas fizeram um fogo, preparando um forno e organizando as pedras para o cozimento. Quando a madeira queimou elas botaram de lado os pedaços queimados, deixando somente a brasa. Dingo saltou para a frente para pegar uma brasa, mas as mulheres viram e o perseguiram, dizendo: “Não há fogo por você.” Ele voltou para casa e disse aos outros: “Oh não, eu sou muito grande, e todas elas me viram.”
“Tente de novo”, eles exigiram. Ele voltou para o acampamento das mulheres e se escondeu atrás do pântano novamente. Como antes, as mulheres voltaram a recolher alimentos e começaram a fazer um forno. Dingo tentou novamente pegar a brasa, mas mais uma vez elas o expulsaram!. Ele voltou para os amigos. “Oh não, eu sou muito grande. Eles sempre me vêem.” As mãos de Dingo estavam tão doloridas de tocer os palitos que ele disse, “Você vai, Djungarabaja!”
Então Little Chicken Hawk foi para o acampamento das mulheres e se escondeu atrás da árvore pandanus. As mulheres voltaram do mato, como antes, e começaram a preparar o forno. Mas desta vez elas olharam em volta procurando por Dingo, e, sabendo que ele morava com Big Hawk Bugaidjma, procuraram por ele também. A presença de Djungarabaja não foi notada, pois ele era pequeno. Satisfeito, elas continuaram a fazer o forno, elas rasparam a madeira e colocaram os troncos grandes brilhante dos lados.
Assim que elas fizeram isso Djungarabaja desceu e pegou um pedaço de madeira acesa, clamando: “… Consegui! Consegui!” As mulheres correram, mas ele voou com o palito. Assim que ele alçou voo, deixou cair alguns pedaços de carvão, quebrando seu bico porque ele segurava a brasa, hoje existem manchas de carvão que se estendem desde Birangma em direção à Djungarabaja Hill (quase paralela a Dilg Hills).
Ao voltar ao acampamento ele descobriu que Dingo, impaciente com a espera, comeu o inhame cru. “Ah”, Djungarabaja repreendeu: “você comeu o inhame cru, e eu trouxe o fogo!” E é por isso que o Dingo não fala, como os Chicken Hawk, e come a comida crua: porque ele não esperou. Mas esses três ainda permanecem naquele lugar, sonhando; em Djungarabaja, em homenagem a Little Chicken Hawk."
versão português do Brasil

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"