"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

13/11/11

O Pequeno Nasredin

Algures num bairro pobre de Marrocos, vivia um menino chamado Nasredin.
Com ele vivia o pai, um comerciante que percorria desertos para vender mercadorias.
Quando Nasredin fez anos passou a ajudar o pai e a viajar com ele, mas teria que levantar-se antes do nascer do sol e depois que deitar-se cedo.
Para os transportar nas longas viagens tinham um burro muito forte que era capaz de levar grandes cargas.
No primeiro dia, Nasredin acordou e com a ajuda do pai puseram as cargas no burro e começaram o longo caminho que ligava o pequeno e pobre burro aos grandes centros de comercio.
O pai ia em cima do burro e Nasredin ia descalço atrás do burro.
Depois de muito andarem chegaram ao principal mercado que havia na região. Quando lá chegaram as pessoas comentavam o facto da pobre criança ir descalça atrás do burro.
O pai dizia que era para ele aprender que as viagens eram difíceis.
Depois de venderem todas as mercadorias voltaram ao bairro onde viviam.
Quando chegaram ao bairro Nasredin entrou em casa, sentou-se e começou a pensar como seria quando ele se torna-se um grande comerciante.
Nasredin não tinha muito tempo para estar a pensar porque tinha sempre que fazer, preparar-se para novas viagens, arranjar mercadoria para vender e tudo e mais alguma coisa!!!
E era assim que passava a sua infância.
Nos dias antes das viagens tosquiava as ovelhas para levar lã para vender e carregava para o burro pesados sacos com melancias.
Dias depois, estava a vender a lã e as melancias quando apareceu um grupo de comerciantes.
Esses comerciantes eram profissionais e pediram ao Nasredin que se juntasse a eles.
Nasredin pediu ao pai e o pai aceitou e o pai aceitou pois assim era uma forma do filho poder ser um grande comerciante.
Nas expedições, mais de cem pessoas atravessavam o deserto nos seus camelos.
Deram um camelo a Nasredin e a partir dá tornou-se um grande comerciante.

André Jorge, 6ºD

1 comentário:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"