"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

28/01/12

"Fadas do Jardim do Rei"

A pedido de um leitor/amigo, que arranja sempre um tempinho para nos visitar, transcrevo o Poema:"Fadas do Jardim do Rei" de Luísa Barreto. Outra grande amiga, no ano anterior, enviou-me um CD, onde este e outros poemas se encontram cantados. A aula decorreu, pois, a cantar o poema. No final, cada aluno escreveu um pequeno comentário sobre o poema. De resto, o poema vem no manual deles.

"Fadas do jardim do Rei
musgos onde ninguém vai
eu sei dum segredo, sei
dizem-no as fadas ao Rei
mas só quando a tarde cai:
É preciso saber ver
ver que em tudo há um segredo
não é preciso ter medo
o que é preciso é viver...
Ao entardecer eu sei
que vêm fadas bailar
ao fim do jardim do Rei
eu já com elas dancei
voltei pr`a casa a cantar!
Dizem que eu sou distraída
que me esqueço desta vida
que eu ando sempre a sonhar...
Que as fadas são fantasia
que eu ando a dormir de dia
que eu preciso acordar...
Mas isso não é verdade
há também realidade
naquilo que não se vê...
Sei que há fadas no jardim
quando as há dentro de mim
e quando o coração crê!..."

( Maria Luísa Barreto )

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"