"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

30/03/12

A Árvore Mágica!

Num dia de verão, aconteceu uma coisa mágica, uma pequena gota de raio de luz solar caiu numa aldeia de Santarém! Todas as pessoas vieram para ver o que se passava, mas, rapidamente se arrependeram! Logo, a seguir, fez-se sol, chuva, trovoada...Tudo ao mesmo tempo, até que finalmente parou!
Todas as pessoas se tinham escondido atrás de caixotes do lixo e árvores, ali perto...observando o que ia acontecer a seguir...
Começou a crescer um pequeno caule e, a cada segundo que passava, iam crescendo folhas e mais folhas, até que se formou uma linda e mágica árvore! Tinha folhas verdejantes e o seu tronco era de um castanho dourado. Era linda!
As pessoas ficaram paradas a olhar, não esperavam tal coisa!
Rapidamente, chamaram cientistas para ver que tipo de árvore era aquela...Os cientistas disseram que aquela árvore era a mais rara do mundo: "Eclopédia"!
Eles estudaram essa árvore durante vários anos e descobriram que é a árvore mais rica em folhas. Logo, é a melhor para fazer folhas de papel. Mas essas folhas tinham algo diferente das outras folhas: eram mágicas! Basta dizer tudo, o que iremos escrever à folha e aquilo aparece, como por magia!
Depois, todas as pessoas começaram a apanhar as folhas da árvore mágica e, no dia seguinte, já estava um montão de livros à venda, cada um com o seu autor!
Os livros eram fantásticos! Mas, na pequena livraria da cidade "subitamente, água começa a escorrer pelas estantes: eram lágrimas dos livros com saudades da mãe", a árvore mágica! A árvore mágica também estava com imensas saudades dos seus filhotes.
Chorava todos os dias, todos os minutos da sua vida, mas ninguém notava, pois chorava por dentro...
Até que um dia, um dos livros soltou uma página e lá estava escrita uma pequena mensagem para a senhora da livraria:
" Minha querida senhora, gostava que arrancasse todas as folhas dos livros e, de seguida, as pusesse ao pé da árvore mágica (a nossa mãe), depois chame toda a população para lá"
A senhora leu a carta, que fora ter com ela na sua secretária e, imediatamente, fez o que o livro lhe pedira. Arrancou todas as folhas e colocou-as ao pé da árvore e chamou toda a sua população.
Fez-se um enorme raio de luz solar, as folhas de papel começaram a ficar verdes e tornaram-se folhas de árvore de novo.
A árvore teve imensas flores e folhas e, desde esse dia, a árvore começou a ser uma atração turística, mas nunca mais ninguém lhe tirou as suas lindas folhas...
Enquanto essa árvore existir...o nosso Planeta será feliz!~
Beatriz Raichande, 6ºD

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"