"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

04/04/12

Escrever a partir de uma tabela...


1- Em trabalho de pares, cada par escolhe um número com 4 algarismos, como por exemplo, 1234...
2- De seguida, escolhemos o marcador do tipo de texto que se pretende escrever...
3- Cada algarismo, corresponde a algo na tabela, que leva os alunos a escrever.
Esta atividade foi experimentada no 6ºA, tendo sido escolhido o tipo de texto: "Fábulas"...
Assim: havia 4 colunas.
- A 1ª Personagem: 0- caneta; 1- castor; 2- lâmpada, 3- urso polar; 4-falcão; 5- aranha; 6- óculos; 7- mustangue; 8: chávena e 9- girafa.
- 2ª Personagem: 0- saco; 1-zebra; 2- pedra; 3-- MP3; 4- crocodilo; 5- morcego; 6- livro; 7- castanheiro; 8- lobo; 9- comando.
Ação: 0-flutuar; 1-dançar: 2- enfeitiçar; 3- escrever; 4- sentar; 5- ensinar; 6- acompanhar; 7- ir; 8- comer; 9- esculpir.
Conflito: 0-trabalho; 1- conquista; 2- inimigo; 3- more; 4- dinheiro; 5- mentira; 6- cobiça; 7- armadilha: 8- fuga e 9- medo.
Não te metas na minha vida!!
" No tempo em que os porcos voavam, havia um castor que trabalhava de dia e de noite, à procura de madeira para roer e fazer a sua casa, mas havia sempre alguém que se intrometia e chateava o castor: era o crocodilo, de seu nome, Vetor!
um dia o castor quis livrar-se do crocodilo e preparou-lhe uma armadilha...em que consistia essa armadilha? Pois bem...o castor viu um buraco e pensou:" vou pôr muitas folhas em cima, para o crocodilo cair!"
No dia seguinte, a armadilha estava pronta e lá vinha o crocodilo Vetor no caminho, para ir ter com o castor e chateá-lo mais um bocadinho! Adorava importunar os outros!
Mas desta vez, o castor é que deu cabo o juízo ao crocodilo, que caiu na armadilha, antes de poder aproximar-se do castor!
O castor disse-lhe:
-Isto é para tu aprenderes, a não te meter na vida dos outros!
O pobre crocodilo, muito arrependido e aflito, apressou-se a pedir desculpa:
-Perdão, senhor castor, ajude-me, mas é, a sair deste buraco, que eu cá não torno a meter-me com ninguém!
Moralidade: Nunca se deve meter o nariz, onde não se é chamado!
Diogo e Nuno

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"