"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

25/04/12

O rebanho perdeu as asas...de António Mota!

Era uma vez um grupo de rapazes que tinham combinado depois das aulas ir à casa velha. Era uma casa já desabitada.

Quando lá chegaram não sabiam quem ia à frente, estavam todos com medo do barulho e do zumbido.

Um disse logo que era melhor não irem, mas os outros não lhe ligaram.

Passado um bocado, um deles ofereceu-se para ir na dianteira, não porque era destemido, mas sim porque estava cansado daquele silêncio.

Pegou numa vara e picou a colmeia, e num piscar de olhos apareceu uma nuvem cinzenta, largaram tudo e desataram a correr.

Quando chegaram ao campo do tio Zé Galo, este também desatou a correr pois elas também o perseguiam.

Quando chegaram a casa as mães alarmaram-se logo.

O pai de um deles, sonhava um dia ter uma colónia de abelhas e passava dias a sonhar com elas, até que um dia um senhor já muito velho, lhe ofereceu dois enxames de abelhas pois sabia que ele adorava ter abelhas.

Mal as puseram na sua nova colmeia, ficaram os dois, pai e filho a ver as abelhas entrar e sair da colmeia.

Passado um monte de tempo, o seu batatal ficou perfeito até que um dia, quando o iam regar, viram que o quintal estava cheio de escaravelhos e então foram num instante buscar os insecticidas, e encheram o quintal com esses produtos.

Mas no dia seguinte viram que tinham morto as abelhas.




5ºA

3 comentários:

Anónimo disse...

gostei mt deste livro

Anónimo disse...

eu achei este livro muito lindo

Anónimo disse...

o livro e muito divertido mas tem poucas ilustrações

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"