"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

10/07/12

A Zebra especial!

Nos tempos em que os trogloditas diziam:"Amor, vai levar o lixo, por favor", existia uma Zebra especial, pois esta não possuía riscas!
Um dia lembrou-se que, nos anos, o seu pai lhe oferecera uma caneta.
A Zebra decidiu experimentar desenhar riscas em si própria e, do nada, a caneta ganhou vida!
-Que susto-gritou a zebra aterrorizada!
-Calma, o que me queres?
-Só vou pintar riscas em mim própria olha para mim, pareço uma égua branquinha.
-Mas assim, gastas-me o tinteiro todo-reclamou indignada a caneta!
A Zebra não lhe deu ouvidos e gastou a tinta toda da pobre caneta.
-Olha para mim, sinto-me nua-disse a caneta, empurrando a caneta e assobiando!
Logo apareceu um mocho que quis enfeitiçar a zebra. Do azul do céu, desceu um falcão para salvar a zebra...a chuva começou a cair e a zebra voltou a perder as riscas.
Moralidade: Não tens que agradar a ninguém, és especial, tal como tu és.
Miguel, 6ºA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"