"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

10/03/13

"Escrita a Meias"

Em tempos descobri no blog "Tempo de Teia" um projeto muito interessante de escrita.
Resolvi experimentar e correu muito bem.
Inicia-se a escrita numa turma e outra turma dá-lhe continuidade.

"Era uma vez um sonho infeliz, porque nunca tinha sido sonhado por ninguém! Sonho para ser feliz precisa pelo menos de um sonhador."
A maioria das crianças sonhava com bonecos e heróis, mas aquele era um sonho diferente!  As crianças tinham medo de o sonhar, com receio que se transformasse num monstro do armário ou num pesadelo ainda pior!
Contudo, o sonho não era nada assim...antes, pelo contrário, era um sonho especial! Tal como um portal mágico, conduzia a um mundo de fantasia. Só precisava de uma criança que se atrevesse a sonhá-lo. 
Todas as noites, o nosso sonho se apresentava no quartel dos Sonhos, mas era sempre dispensado! Que tristeza! Mas uma noite, inesperadamente, uma criança sonhou com esse mundo de fantasia!
Aí tudo era diferente: as casas eram feitas de doces, em forma de bolo; havia trampolins de gelatina; as árvores pareciam chupa-chupas, com frutos de gomas e os habitantes eram brinquedos! 
Nesse mundo havia também um palácio todo feito de açúcar, com um ar encantador!
Joana estava maravilhada com tudo o que via! o mais extraordinário foi ser confundida com uma barbie muito perfeitinha!
Joana sentia-se tão feliz, tão feliz que não tinha vontade de acordar e o sonho que nunca tinha sido donhado, sentia-se finalmente realizado!
Foi então que o sonho passou a ser a vida dela e transformou-se no príncipe daquele lindo palácio de açúcar e Joana passou a ser a sua princesa: uma barbie de verdade, que ficou a viver nesse mundo encantado!
                                                                                        Texto coletivo (5ºD e 5ºE)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"