"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

26/04/13

O enigma!

Há dois anos atrás, o meu avô morreu...Ele deixou-me um diário, onde tinha escrito todas as suas aventuras, mas eu nunca tive coragem de o ler.
Certo dia ganhei coragem e decidi ler o diário e, quando o estava a ler, houve uma folha que saiu do "livro", como se estivesse a voar e caiu no chão.
A princípio, fiquei com receio, mas logo peguei na folha e fiquei surpreendida com o que li! Era uma espécie de mapa com um X, no fundo da folha! "Se estes passos seguires, um grande tesouro irás descobrir!"
Pensei logo que seria dinheiro, para eu poder comprar coisas para mim! Não perdi mais tempo a pensar e comecei logo a seguir o mapa. No entanto, achei estranho porque as coordenadas do mapa, levavam-me todas a sítios da nossa casa...Mas não desisti e continuei. Percorri a casa de uma ponta à outra, até que cheguei à minha sala de estar, onde estava a minha família sentada a conversar.
Comecei a procurar o X e este estava no sofá, pedi a todos que se levantassem para eu procurar o tesouro, mas não vi dinheiro nenhum!
Foi então que me apercebi que o meu avô estava a falar de um tesouro muito mais valioso: o amor de família, esse sim era o grande tesouro!

Fabiana, 5ºD

O Mistério da Letra desaparecida!

Era uma vez no país do ABC...as letras. Muitas e muitas letras, de diferentes cores e tamanhos, diferentes formas e aspetos!
Todos viviam felizes, até que um dia a letra L desapareceu! Desapareceu por completo! As meninas não podiam usar laços e os rapazes, não podiam ler livros, as senhoras não podiam lavar a louça e os senhores não podiam lancha, que era o que eles mais gostavam de fazer!
-E agora o que fazemos? Sem o L, somos uma desgraça- diziam as letras em coro!
Foram ter com o polícia M, o Mário, e contaram-lhe tudo.
Ele começou a procurar e até fez cartazes, que diziam: Procura-se L, quem encontrar contacte o Polícia M. TLM: 963445247.
E digo-vos que até ficaram muito bons!
Durante um mês, andaram todos tristes, até que, num domingo, de manhã, telefonaram para o número dos cartazes e disseram que encontraram o L no centro de um labirinto!
Ora o polícia M queria apanhar o ladrão, logo saiu a correr no momento em que o suspeito ligara...e dali a poucas horas já estava fora do labirinto com o L e o criminoso!
Adivinhem quem foi o ladrão...era o R, que estava sempre em casa rabugento e refilando com a televisão!
O R foi preso, enquanto o senhor L, o Leonel, foi para casa ter com a sua mulher, a senhora Lara e com o seu filho, o L júnior, onde comemoraram com um lanche apetitoso, cheio de lindas surpresas!

Tatiana, 5ºD

23/04/13

"O livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive."

                                                                                                             
            
Padre António Vieira

10/04/13

A Magia da BD

Apesar de muito jovem,  Hugo Teixeira é um dos mais prolíficos autores de Banda Desenhada do panorama nacional e hoje esteve na nossa Escola!
O seu mais recente trabalho, com argumento de Ana Vidazinha é o primeiro livro de uma história juvenil, que promete conquistar muitos leitores. O nome é MAHOU NA ORIGEM DA MAGIA e para abrir o apetite para a leitura, deixo-vos com a sinopse:
 
 
"Depois de ter consultado um livro numa biblioteca, Bia vê-se transportada para o planeta Mahou, descobrindo aí as suas raízes familiares. Em Mahou existia Magia: a Magia Comum e a Alta Magia, até que se deu o Grande Cisma e se expandiu a Tecnologia, iniciando-se uma guerra que durou anos… Mahou viu-se transformado sem respeito por nada! Mas Bia encerra em si um grande poder..."

03/04/13

Quem me dera ser onda...

Quem me dera ser onda,
 Para o Oceano visitar
 Os encantos e as alegrias... 
E ver os peixes a nadar!

 Desde as algas brilhantes, 
Às maravilhas de encantar,
 Desde a água pura, 
À magia do mar. 

 A sua melodia Suave e relaxante, 
Quase adormeceria, 
Naquele mar cintilante!

 O reflexo do sol em mim, 
Como onda ia adorar,
 Com todo o brilho em mim,
 Nunca houve nada tão belo assim!

 Uma onda sem igual,
 Uma onda de muitas cores,
 Uma onda de sonhos e imaginação,
 Uma onda com um enorme coração! 

 Se o meu sonho se realizar,
 Uma onda eu vou ser,
 Azul da cor do mar, 
 Onde vou passar a pertencer!

Inês Costa, 6ºA

Quem me dera ser onda...

Ser uma onda
 Eu iria gostar
 Pois eu adoro o mar! 
Sentir o brilho do sol em mim... 
Adoraria brilhar assim...

 Uma onda, onde todos pudessem mergulhar
 E comigo(enquanto onda) pudessem brincar.
 Uma onda sensacional,
 Uma onda que não tivesse final.

 Uma onda que despertasse os encantos do mar 
Onda que levasse as pessoas a rir e saltar!
 Uma onda que provocasse alegria, 
Onda que despertasse a fantasia ou quiçá a magia!

 Uma onda pacífica,
 Uma onda magnífica..
Onda brilhante 
Brilha como um diamante...

 Uma onda com apenas uma direção, 
Onda calma cheia de razão. Onda de felicidade, 
Onda que voa com intensidade!

 Uma onda que soubesse voar,
 Onda que pertence ao mar... 
Adoraria ser uma onda do mar, 
E este concurso ganhar!

                                                                           Bremer, 6ºA

02/04/13

Dia Internacional do Livro Infantil






"Lemos juntos, tu e eu. 
 Vemos que as letras formam palavras
 e as palavras se transformam em livros
 que seguramos na mão. 
 Ouvimos murmúrios e rios agitados correndo pelas páginas,
 ursos que cantam à lua melodias divertidas. 
 Entramos em castelos misteriosos e das nossas mãos crescem árvores em flor até às nuvens.
 Vemos meninas corajosas que voam e rapazes que pescam estrelas cintilantes. 
Tu e eu lemos, dando voltas 
e mais voltas, 
alegria dos livros à volta do mundo."


 Pat Mora (trad. Maria Carlos Loureiro)

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"