"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

14/10/13

Poema ao Professor!

-Professor, tenho receios e tanto azul no céu!
 -Diz-me os teus sonhos fala-me dos medos conta-me os segredos que há nesse azul e subiremos às nuvens num mesmo voo se me ajudares...
 - Professor e a minha mão tão pequenina e cheia de asas?
 - A tua mão é terra a lavrar caixinha de frutos se me deixares ajudar se houver febre em ti de quereres semear.
 - Professor, e a vida e as vielas e os charcos sem luas? 
- A vida é tecê-la a vida é bordá-la a vida é escrevê-la com as cores da tela que o sonho pinta e ir pela estrada com o ideal. Aprende as palavras colhe as palavras que couberem nas tuas mãos e leva-as à boca como cerejas para que haja avenidas no teu pomar.
 - Professor, ensinas-mas as palavras e outras cores?
 - Dá-me a tua mão e vamos os dois no mesmo desejo de crescer e cortar os espinhos pé-de-flor que te quero rosa!

Maria Isabel Fidalgo, VOX NOSTRA

1 comentário:

deep disse...

É essa a função do professor: guiar, ajudar a descobrir. Muito bonito este texto.

Boa semana. Beijinhos

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"