"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

10/12/13

Cadela vadia que encontrou um lar...



     Olá , eu sou uma cadela vadia , não tenho nome vivo com a minha mãe e irmãos na rua , a minha mãe foi abandonada alguns meses depois de os meus irmãos nascerem ! 
    Como já devem ter reparado, sou a irmã mais velha , e vocês devem estar a perguntar porque é que estou na rua não é? Então vou contar a minha historia , tudo começou num belo dia, que foi o meu nascimento os meus antigos donos ajudaram a minha mãe a ter os filhotes e só eu é que sobrevivi porque uns dias antes a minha mãe tinha levado uma pancada na barriga , disseram que não fazia mal ter mais um cão ou ter menos um cão , que ia dar tudo ao mesmo e então todos diziam que era uma cadelinha fofinha de pelo castanho e macio e uns olhos pequeninos azuis , a filha do casal adorava-me , punha-me lacinhos , desfilava comigo enfim tanta coisa boa que passei!
    Passado um ano, a minha mãe engravidou outra vez e, então, os meus donos colocaram-na na rua ,  fiquei muito triste , cada vez que a menina queria brincar comigo, eu quase a mordia! Foi, por isso , que decidiram pôr-me na rua também, mas acabei por encontrar a minha mãe . Então passamos uns tempos juntas , tínhamos que encontrar comida para quando os cãezinhos nascessem, foi um pouco complicado , íamos de vila em vila que eram maravilhosas , mas depois dos meus irmãos nascerem.
    Até que encontramos uma vivenda com a porta aberta e qual não foi o meu espanto , estava lá um cão maravilhoso , mas calma não era para mim, era para a minha mãe e, quando a minha mãe me contou que se apaixonara por ele , eu fiquei nem sabem como! 
    Os donos, quando nos viram, disseram logo que iam ficar com a gente : lavaram –nos , vestiram-nos , enfim... E aí ficamos o resto da nossa vida . Foram muitos momentos da minha vida , uns bons e outros maus .

 Raquel Anjos
nº23 7ºF

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"