"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

18/02/14

A Estrela...


(..) Subi e olhei de súbito pela janela e lá estava ela , a olhar para mim , sorri e ela sorriu de volta ... estiquei os braços e não acredito , agarrei - a , agora podia fazer dela o que quisesse , podia brincar com ela , já podia fazer tudo , mas aí surgiu um dilema , roubei a estrela e ficou tudo ainda mais escuro do que o normal , não se via nada , a lua assumiu  o controlo e não se via nem uma luzinha , era estranho , nunca tinha visto nada assim , parecia quando a luz cá de casa ia abaixo.. De repente ouvi uma voz , era o sol a pedir para eu colocar lá a estrela outra vez , o Sol pediu- me a pés juntos , eu fiquei confuso , não sabia se havia de a devolver ou ficar com ela...pensei bem e decidi que estava a ser ganancioso , então decidi voltar  a colocá-la no seu devido lugar. O sol agradeceu e ouvi uma voz muito alto a dizer :
 - ACORDA , Pedro ! Está na hora de ir para a escola.
Acordei e percebi que tinha sido só um sonho , levantei- me , fiz a minha higiene pessoal e fui para a escola .


Jéssica Conceição 
nº 14 7ºF
                                                 A Bela Estrela do Dia dos Namorados
(..) quando menos esperava, ouviu sua mãe chamá-lo :
 - Pedro , Pedro ... aonde estás tu, meu querido ?!
  Em cima dos ferros dos quatro ventos , ouvindo sua mãe berrando à sua procura apanhou a estrela, desceu lá de cima muito devagar para não cair e gritou :
 - Mamã , mamã, estou aqui ! 
 Com medo das paredes frias e da imensidão do escuro, desatou a correr pelas escadas abaixo e, quando deu por si , tropeçou e caiu nos braços de sua mãe , muito feliz deu- lhe um abraço e disse que a amava muito , foram para casa e ele meteu- se na cama , pegou na estrela que estava no seu bolso e pôs- se a olhar para ela e via que era ainda mais bonita do que quando estava no céu!
 Como no dia seguinte era "dia dos namorados",  decidiu pegar numa caixa com recortes de coração e pôr lá a estrela dentro e fechá-la com um belo laço vermelho e oferecê-la ao seu grande amor ,Tatiana, que tinha os cabelos longos , belos e loiros, os olhos mais claros do que o azul do céu de uma bela manhã ! 
 E assim fez! No dia seguinte foi para a escola muito contente e, assim que a viu, deu- lhe um beijo e a prenda que tanto desejava dar- lhe. Quando ela abriu a prenda, espantada ,mas contente, disse- lhe bem baixinho no ouvido : 
 - Obrigada , é a melhor prenda de sempre do dia dos namorados , e brilha e tudo , és muito querido !
  Foi  embora e deu- lhe um beijo .
 Quando a Tatiana chegou a casa, viu que a estrela não brilhava mais , ficou triste e perguntou à mãe o porquê , a mãe disse- lhe que o lugar das estrelas era no céu , por mais bonitas que fossem ,deviam estar lá , que o gesto dele foi muito difícil , mas deviam voltar a pô-la lá em cima .
 Tatiana fingiu estar a dormir, saiu pela janela foi a casa do Pedro , bateu na janela e lá saíram eles dois até à torre... depois da longa explicação de Tatiana, puseram -na no céu e sentados no telhado disseram ao mesmo tempo :
 - Feliz Dia Dos Namorados ! E assim que o disseram, começaram a rir e deram um beijo apaixonado. 

                                                                                                                       Raiane Jesus, 7ºF

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"