"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

17/03/14

O Gigante egoísta...

Este livro é muito bom, tem uma estrutura que emociona os leitores, do princípio ao fim do conto, fazendo-nos refletir sobre o hábito de algumas pessoas colocarem os seus interesses à frente de outras pessoas.
O Gigante era assim: um egoísta que só pensava nele! Tinha um belo e grande jardim, onde as crianças iam todos os dias, depois das aulas. 
Quando o Gigante voltou da visita ao seu amigo ogre da Cornualha, que durara sete anos, viu as crianças a brincar no seu jardim, tendo ficado enraivecido, afugentou-as.
Por causa disso, as plantas e as árvores ficaram tristes sem as crianças. as flores adormeceram, juntamente com o jardim inteiro.
 A Neve e o Gelo é que ficaram felizes, cobriram as árvores e a relva de branco, convidaram a Geada, o Granizo e o Vento do Norte, passando o inverno a reinar o ano inteiro!
O que acontecerá?


André, 6ºI


Todas as tardes, quando saíam da escola, as crianças costumavam ir brincar para o jardim do Gigante. Quando este regressou ao seu castelo, depois de uma longa viagem, viu-as a brincar e decidiu expulsá-las e proibiu-as de voltar a entrar no Jardim!
Mas...um dia as crianças voltaram ao jardim e sentaram-se nas árvores e estas começaram a florir. Só uma árvore continuava gelada, porque um menino não conseguia trepar.
Os anos passaram e o Gigante ficou velhinho, vendo as crianças a brincar no seu jardim.
Um dia viu novamente o pequenino, debaixo de uma árvore com flores brancas. O menino disse-lhe que por ele o ter deixado brincar no seu jardim, deixando o egoísmo de lado, o iria levar para o jardim dele : o Paraíso.
Quem será este menino?

Leandro, 6ºI

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"