"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

06/11/14

Abecedário dos nomes coletivos

A de alcateia, que só querem a barriga cheia.
B de batalhão, eles lutam com um canhão.
C de companha, toda a gente se abana.
D de discoteca, preferia ler na biblioteca.
E de esquadrilha, tiveram de aterrar na ilha.
F de formigueiro, há um debaixo do pessegueiro.
G de galeria, melhor do que ganhar a loteria.
H de horda, aventureiros sem corda!
 I, não tem coletivo, aqui fica o desafio.
J de junta, preciso de lhes fazer uma pergunta.
L de laranjal, na quinta do sr. Zé é ao pé do amendoal.
M de multidão e eu ali, na solidão.
N de ninhada, tanta bicharada.
O de olival, que é do Florival.
P de plateia, coitados, estão sentados na areia!
Q de quadrilha, todos usam mascarilha.
R de rebanho, com um pastor, não é nada estranho.
S de sinfonia, que grande sintonia!
T de turma, como esta, não há nenhuma.
U, com esta letra, não há nome, mas que treta!
V de vara, àqueles porquinhos, ninguém os para.
X e Z, nenhum nome se lê!  

Renata, 7ºC

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"