"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

06/11/14

Alterando fábulas

Certo dia uma lebre encontrou uma tartaruga na floresta.
Consciente das suas capacidades e desconhecendo a paciência da tartaruga, a lebre desafiou esta para uma corrida, provocando-a:
- Vamos ver se numa corrida és mais rápida do que eu. És muito lenta. Duvido que consigas.
No cimo de uma árvore, o corvo observava atentamente os dois animais. Ouvindo a conversa, decidiu contar o sucedido aos seus companheiros de voo.
-A tartaruga vai correr contra a lebre. Quem acham que vai ganhar? -perguntou curiosa a ave.
Gerou-se uma grande confusão: uns diziam que a tartaruga iria ganhar, outros apostavam na lebre.
À hora marcada, todos se reuniram para assistir à corrida. 
A lebre começou acelerada, mas rapidamente se cansou, enquanto a tartaruga, lentamente, caminhava rumo à meta. Vendo esta, ainda muito distante, a lebre parou para descansar.
Espantados, os pássaros retomaram a discussão e alguns  mudaram as apostas. A seu tempo e com o seu ritmo, a tartaruga adiantou-se e conseguiu chegar primeiro à meta.
Com o cantar dos pássaros vitoriosos, a lebre acordou sobressaltada, pois, entretanto, tinha adormecido! Lembrando-se da corrida, desatou a correr para a meta, mas quando lá chegou, reparou que tinha perdido!
-Fui muito arrogante, pensando que ia ganhar. Afinal, foste tu que ganhaste - reconheceu a perdedora.
A tartaruga desculpou-a e convidou-a para tomar um chá.
Moralidade: Não devemos subestimar os mais pequenos.

Gervágio, Lígia e Rafael, 7ºD

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"