"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

06/01/15

Outra coisa!

Há quem diga que os gatos pretos dão azar e que as aranhas significam dinheiro, mas nas histórias tudo pode ser diferente, tudo pode ser outra coisa!
Os meus avós e os meus pais sempre me disseram que os gatos pretos simbolizam azar, mas estavam muito enganados! Ainda outro dia encontrei um gato preto cheio de sorte! Quanto às aranhas, passei por uma e, logo a seguir, perdi cinco euros, quando todos dizem que ver uma teia de aranha é sinal de dinheiro!
Mas voltando à história, talvez algo estivesse errado e eu tinha de resolver o mistério. Fui falar com o tal gato preto e ele respondeu-me que uma fada lhe tinha dado esse dom: o de ser sortudo.
Pensei cá com os meus botões que talvez não fizesse mal nenhum os gatos pretos passarem a dar sorte. Afinal, a vida real é para ser real, mas as histórias podem ser o que quisermos.
Fui ter com a aranha, que se sentia uma triste desgraçada! Quem quer que a visse, era certo e sabido que, a seguir, teria azar! Aproveitei para me queixar dos cinco euros que perdi, mas ela respondeu que não tinha culpa. A culpa era da bruxa malvada que a amaldiçoou por lhe ter enchido a casa de teias! Achei injusto, pois as teias são verdadeiras obras de arte. Sempre considerei as aranhas umas verdadeiras artesãs! Reparem bem da próxima vez que virem uma teia: são lindíssimas! 
Talvez a fada que dera o dom de trazer sorte ao gato preto, pudesse ajudar a pobre aranha. E assim foi, a fada tem um poder superior, pois o bem triunfa sobre o mal.
A partir de então, passamos a ter sorte a duplicar: agora gatos pretos e aranhas trazem sorte!

João Afonso, 7ºC

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"