"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

24/04/15

O tempo

E por vezes o tempo vai
E por vezes o tempo vem
E por vezes o tempo fica
O tempo pára por vezes

O tempo fala
O tempo cala
E por vezes o tempo chora
E por vezes o tempo acalma

O tempo ajuda
O tempo não ajuda
O tempo volta

E por vezes o tempo alegra
E por vezes o tempo entristece
O tempo ilumina


Jersinilza, 7ºE


E por vezes quando já passaram meses
E por vezes esses meses foram anos
E por vezes tudo o que pensamos
Não era verdade E por vezes

Quando fazemos o que não queremos
Sem querer voltamos a fazê-lo
E por vezes pensamos que sabemos
E por vezes não sabíamos o que pensávamos


Quando pensamos que tudo já acabou
Voltamos a pensar e
 Ainda nem começou


E por vezes lembramo-nos do que fizemos
E por vezes arrependemo-nos
De o ter feito


Rafael Martins, 7ºE

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"