"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

20/01/16

O meu amigo, o sono.

Este trabalho foi inspirado na obra de Teresa Paiva e Helena Rebelo Pinto, com belíssimas ilustrações de Danuta Wojciechowska. Os alunos gostaram e recomendam a leitura.

Diferentes maneiras de olhar um poema...







19/01/16

Escrever do ponto de vista do Papagaio




Planificação: relatar a história do ponto de vista do Papagaio James
- Morreu o meu dono
- Chegou a senhora Gage, irmã do meu dono
- Ela gosta muito de animais e fica encantada comigo
- Quando foi ao banco, perdeu-se no regresso
- Incendiei a casa para a orientar no caminho
- Ajudei-a a encontrar o tesouro nos escombros da casa
-Fiquei com a senhora Gage até morrer

Escrita

O meu dono, Joseph Brand morreu e, no dia seguinte, a irmã dele veio tratar de mim e tentar receber a herança, de que fora informada por carta enviada pelos advogados.
O nome dela era senhora Gage e creio que se apaixonou por mim, desde o primeiro dia. Ainda me recordo de a ouvir dizer-me que não tivesse medo, que nunca me faria mal e iria fazer de tudo para eu ser feliz. Também gostei logo dela, pois era simpática, carinhosa e ternurenta. Até me deu açúcar! Sei que tinha um enorme coração e adorava os animais.
Mas voltando à história, a senhora Gage dirigiu-se ao escritório dos advogados, onde foi informada de que não havia vestígio nenhum das 3 mil libras referidas na carta! Ela ficou desesperada e perdeu-se no caminho.
Então, eu tive uma ideia, incendiar a casa. Afinal, ela não valia nada, estava quase em ruínas e eu sabia de um segredo...A senhora Gage conseguiu regressar a casa, graças à luz que o fogo criou.
Dormiu em casa da vizinha, a senhora Ford, mas eu não descansei enquanto não consegui levá-la aos escombros da casa, ao lugar onde antes era a cozinha. Aí fi-la descobrir o segredo: debaixo da tijoleira, estavam as moedas escondidas! Ela ficou radiante, pois era muito pobre e, finalmente, poderia viver melhor.
Partimos juntos para Spilsby, no condado de Yorkshire, em Inglaterra, onde vivi com a senhora Gage e o seu cão Shag até ela morrer.

Inês, 5ºH

12/01/16

Autorretrato

Olá,
Sou a Margarida. Nasci no hospital Garcia de Orta em Almada no dia 3 de julho de 2005 pelas 17:27.
Media 50 cm e pesava 3.250kgs.
Dez anos depois...meço 1,47 cm, tenho o cabelo comprido castanho claro, olhos castanhos e pele um pouco morena.
Gosto de ser carinhosa com as pessoas que mais amo, pois elas também são carinhosas comigo.
Sou confiante, até porque nesta vida tem que se ser confiante.
não sei se é uma virtude, mas sou muito vaidosa, gosto de me maquilhar, de pôr perfume, enfim, sou menina.
Sou trabalhadora porque quando for grande, quero ser médica e, para isso, é preciso ter boas notas.
O que mais gosto de fazer é ler e, assim, adquiro muitos conhecimentos.
Sou 100% sportinguista.
Sou amiga do meu amigo.
Sou, simplesmente eu, a Margarida!





Autorretrato

domingo, 10 de janeiro de 2016
Querido Diário,
Na última aula a minha professora de Português mandou, para trabalho de casa, fazermos um autorretrato e eu decidi que devia partilhar isso contigo.
Então, como tu sabes, sou a Mariana, tenho dez anos, vou fazer os onze dia 1 de abril, o dia das mentiras!
Estou agora no 5ºano, com a mesma turma que me acompanhou do 1º ao 4ºano.
Tenho olhos castanhos, pestanas longas e, a maioria do tempo, estou rosada nas bochechas.
Como sou um ser humano, não sou perfeita, ou seja, também tenho uns dentes muito, muito, mas mesmo muito afastados e, por isso, uso aparelho!
E sobre a minha personalidade, essa sim, tem muitas imperfeições! Quando quero sou querida e simpática, mas "quando não estou nos meus dias", um pequeno conselho: fujam de mim!
Por hoje, fico por aqui, meu querido diário.
Despeço-me com um beijinho,
Mariana

10/01/16

Caro Ano Novo

4 de janeiro de 2016
Meu caro amigo Ano Novo:
Espero que esteja tudo bem contigo. Por aqui, tudo bem, apesar de termos começado com "o pé esquerdo"! Eu estive doente, o meu pai foi picado por um bicho no olho e, por isso, não vê bem, mas o pior de tudo foi a minha mãe! Fomos passear em Óbidos e torceu um pé, por causa de um buraco e mal consegue andar!
Enfim...já passou e acredito que "melhores dias virão"!
Agora vou pedir-te um grande, grande favor, pois esta experiência vai marcar a minha vida. Espero, sinceramente, que me faças este favor! Até porque, como te disse, começamos mesmo com "o pé esquerdo"! Como 2015 te deve ter contado, na sua despedida, eu ando na ginástica acrobática e, este ano, vamos fazer a coisa mais importante que já aconteceu lá: vamos à República Checa e não é uma viagem qualquer, vamos representar Portugal!
Também queria ter boas notas, como neste período ou ainda melhores. Da minha parte, prometo continuar a estudar.
Sei que não são desejos muito fáceis, mas, assim que souberes o que podes fazer, manda-me uma carta.
Um beijinho grande,
Rita


Autorretrato


Sou a Inês e ando no 5ºano.
Nas aulas converso e brinco, mas, às vezes , estou atenta.
Sou uma boa aluna.
Em casa, quando não tenho nada para fazer, vou buscar umas bonecas e começo a fazer penteados.
Gosto de ler e pintar.
Sou teimosa e só oiço as coisas quando quero.
Tenho o cabelo sedoso e que brilha, quando está sol. É castanho, muito escuro.
Sou alta e sou vaidosa.

06/01/16

A História dos Reis Magos

                    

 Num país distante viviam três homens sábios que estudavam as estrelas e o céu. Um dia viram uma nova estrela muito mais brilhante que as restantes, e souberam que algo especial tinha acontecido.
Perceberam que nascera um novo rei e foram até ele.
Os três reis magos, Gaspar, Melchior e Baltazar, levavam presentes, e seguiam a estrela que os guiava até que chegaram à cidade de Jerusalém. Aí perguntaram pelo Rei dos Judeus, pois tinham visto a estrela no céu.
 Quando o rei Herodes soube que estrangeiros procuravam a criança, ficou zangado e com medo. Os romanos tinham-no feito rei a ele , e agora diziam-lhe que outro rei, mais poderoso, tinha nascido? Então, Herodes reuniu-se com os três reis magos e pediu-lhe para lhe dizerem quando encontrassem essa criança, para ele também a ir adorar. Os reis magos concordaram e partiram, seguindo de novo a estrela, até que ela parou e eles souberam que o Rei estava ali. Ao verem Jesus, ajoelharam e ofereceram-lhe o que tinham trazido: ouro, incenso e mirra. A seguir partiram.
À noite, quando pararam para dormir, os três reis magos tiveram um sonho. Apareceu-lhe um anjo que os avisou que o rei Herodes planeava matar Jesus.
De manhã, carregaram os camelos e já não foram até Jerusalém: regressaram à sua terra por outro caminho.
José também teve um sonho. Um anjo disse-lhe que Jesus corria perigo e que ele devia levar Maria e a criança para o Egipto, onde estariam em segurança. José acordou Maria, prepararam tudo e partiram ainda de noite.
Quando Herodes soube que fora enganado pelos reis magos, ficou furioso. Tinha medo que este novo rei lhe tomasse o trono.
Então, ordenou aos soldados para irem a Belém e matarem todos os meninos com menos de dois anos. Eles assim fizeram.
As pessoas não gostavam de Herodes, e ficaram a odiá-lo ainda mais.
Maria e José chegaram bem ao Egipto, onde viveram sem problemas.
Então, tempos depois, José teve outro sonho: um anjo disse-lhe que Herodes morrera e que agora era altura de regressar com a família a Nazaré à sua casa.

Depois da longa viagem de regresso, eles chegaram enfim ao seu lar. 

Clube de Jornalismo, Rodrigo Aguiar e Pedro

04/01/16

Carta ao Ano Novo







Arrentela, 4 de janeiro de 2016
Querido Ano Novo:
O ano ainda agora começou e nós já precisamos de falar. Este ano os meus doze desejos já são a sério, não são como os dos anos passados, em que eu te pedia um unicórnio voador e outras coisas que tais! Este ano pedi-te que os meus amigos e a minha família fossem muito felizes, pois já chega de tristezas cá pelo planeta terra! Vê lá se te portas bem desta vez! Também te pedi para ter boas notas na escola e para continuar a evoluir em tudo o que faço como tenho andado a fazer, no atletismo, na escola, especialmente nos resultados, pois quero ter alguns níveis 5.
Deixando de falar de mim, conta-me como tens passado? Como vai tudo, aí onde tu moras? Pediram-te muitos desejos ridículos?
Espero que te tenhas divertido a celebrar o teu aniversário no dia 1 de janeiro. Foi pena eu não ter podido ir!
Um grande abraço da tua melhor amiga,
Mariana (5ºJ)
PS- Guardaste uma fatia de bolo para mim? Acho que vais gostar muito da prenda que te vou dar.

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"