"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

04/01/16

Carta ao Ano Novo







Arrentela, 4 de janeiro de 2016
Querido Ano Novo:
O ano ainda agora começou e nós já precisamos de falar. Este ano os meus doze desejos já são a sério, não são como os dos anos passados, em que eu te pedia um unicórnio voador e outras coisas que tais! Este ano pedi-te que os meus amigos e a minha família fossem muito felizes, pois já chega de tristezas cá pelo planeta terra! Vê lá se te portas bem desta vez! Também te pedi para ter boas notas na escola e para continuar a evoluir em tudo o que faço como tenho andado a fazer, no atletismo, na escola, especialmente nos resultados, pois quero ter alguns níveis 5.
Deixando de falar de mim, conta-me como tens passado? Como vai tudo, aí onde tu moras? Pediram-te muitos desejos ridículos?
Espero que te tenhas divertido a celebrar o teu aniversário no dia 1 de janeiro. Foi pena eu não ter podido ir!
Um grande abraço da tua melhor amiga,
Mariana (5ºJ)
PS- Guardaste uma fatia de bolo para mim? Acho que vais gostar muito da prenda que te vou dar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"