"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

19/01/16

Escrever do ponto de vista do Papagaio




Planificação: relatar a história do ponto de vista do Papagaio James
- Morreu o meu dono
- Chegou a senhora Gage, irmã do meu dono
- Ela gosta muito de animais e fica encantada comigo
- Quando foi ao banco, perdeu-se no regresso
- Incendiei a casa para a orientar no caminho
- Ajudei-a a encontrar o tesouro nos escombros da casa
-Fiquei com a senhora Gage até morrer

Escrita

O meu dono, Joseph Brand morreu e, no dia seguinte, a irmã dele veio tratar de mim e tentar receber a herança, de que fora informada por carta enviada pelos advogados.
O nome dela era senhora Gage e creio que se apaixonou por mim, desde o primeiro dia. Ainda me recordo de a ouvir dizer-me que não tivesse medo, que nunca me faria mal e iria fazer de tudo para eu ser feliz. Também gostei logo dela, pois era simpática, carinhosa e ternurenta. Até me deu açúcar! Sei que tinha um enorme coração e adorava os animais.
Mas voltando à história, a senhora Gage dirigiu-se ao escritório dos advogados, onde foi informada de que não havia vestígio nenhum das 3 mil libras referidas na carta! Ela ficou desesperada e perdeu-se no caminho.
Então, eu tive uma ideia, incendiar a casa. Afinal, ela não valia nada, estava quase em ruínas e eu sabia de um segredo...A senhora Gage conseguiu regressar a casa, graças à luz que o fogo criou.
Dormiu em casa da vizinha, a senhora Ford, mas eu não descansei enquanto não consegui levá-la aos escombros da casa, ao lugar onde antes era a cozinha. Aí fi-la descobrir o segredo: debaixo da tijoleira, estavam as moedas escondidas! Ela ficou radiante, pois era muito pobre e, finalmente, poderia viver melhor.
Partimos juntos para Spilsby, no condado de Yorkshire, em Inglaterra, onde vivi com a senhora Gage e o seu cão Shag até ela morrer.

Inês, 5ºH

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"