"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

14/03/17

A Deficiência!



A palavra deficiente
Não deveria existir,
Bastava dizer diferente
E este tema abordar,
Zelando por uma boa causa
E jamais desistir.

A minha escola está de parabéns,
Pois recebe estes meus colegas diferentes.
Quantas escolas o fazem?
A generosidade deverá prevalecer
Em todos os corações conscientes,
Mas apelar, principalmente,
A todas as mentes inconscientes.

Admiro os meus colegas diferentes
Porque, ao contrário do que se pensa,
Têm muitas virtudes e qualidades
E ensinam-nos tanto
Com uma ternurenta recompensa.


A vida dos meninos diferentes
É difícil,
Não só por aquilo que os limita,
Mas pelos olhares, sussurros inconscientes
Das pessoas que não querem que eles existam,
E que poderiam ser seus filhos,
Aprendizes limitados,
Mas inteligentes.



Admiração, apoio, amizade, disponibilidade
São as palavras chave
Que deveríamos sentir, pensar e dizer
Daqueles que necessitam da nossa amabilidade,
Dos que sofrem calados
E que possuem um coração repleto de bondade.

Nós, de certo modo,
 Somos também diferentes.
E sabem porquê?
Porque só nos preocupamos com o nosso mundo
Sem sequer olhar à nossa volta
E ver alguém que necessita apenas da nossa mão,
Do nosso sorriso
Enfim, que necessita de tão pouco de nós,
E que o ser humano tenha consciência
E ganhe um pouco de juízo.

Nós
Que possuímos quase a perfeição do ser humano
Deveríamos ser mais humildes, generosos,
Ter a capacidade de ajudar, apoiar, incentivar,
Pois esses colegas tão especiais
Que, por vezes, nos procuram com um simples olhar,
Com um sorriso ou até com um aperto de mão
Deveria ser visto como um irmão.

Eu chamo deficiência
Às maldades, aos abusos, às violências
Que nós, ditos “normais”, praticamos
Um mundo cheio de egoísmo e aparências,
E, sem nos apercebermos,
Todos nós sofreremos com as consequências.




Não coloques defeitos a alguém diferente,
Porque esse alguém
Pode ter limitações físicas,
Mas nunca muda o seu caráter,
Honestidade e a vontade de viver,
Ultrapassar pequenos obstáculos e vencer.

Somos o futuro deste mundo consistente.
Então, porquê tanto preconceito?
Porquê tanto desrespeito?
Por alguém que nasceu diferente
E que se quer afirmar como merece:
Como gente.

Ao colega diferente:
Nunca digas não, nunca desistas.
A vida é cheia de dificuldades,
Mas também de conquistas
Diz sempre não às contrariedades.

Nós,
 Crianças e jovens deveríamos ter o privilégio
De conviver com colegas diferentes.
Eles dão ensinamentos diários
Seríamos, no futuro,
Pessoas mais conscientes,
Sentindo, da mesma maneira,
A nossa escola,
Pois cada um de nós
Funciona ao ritmo da vida
Como um sábio relógio.


Rodrigo Aguiar, 6ºH, Clube de Jornalismo

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"