"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

13/03/17

Sinbad, o marinheiro



Sindbad avistou uma ilha magnífica, rodeada de golfinhos, com coqueiros e bananeiras, onde poderia repousar.
Quando lá chegou, encontrou uma cabana, onde vivia uma linda mulher chamada Lazir. Era uma rapariga simples e de coração puro, que logo se encantou com Sindbad, dando-lhe guarida.
Com o passar do tempo, esse sentimento tornou-se mútuo, pois Sindbad já acostumado com Lazir, começou a apaixonar-se.
Um dia foram passear e viram uma lâmpada que não parava de brilhar.
Lazir agarrou num pano e limpou a lâmpada, soltando o Génio que lá se encontrava aprisionado. Este concedeu-lhe três desejos.
Pediram para voltar para a terra de Sindbad, que este voltasse a ter riquezas  e que tivessem uma vida feliz.
Tudo se realizou e o Génio passou a ser o melhor amigo deles.
Tiveram uma filhinha, a Jasmine que um dia se casou com Aladino.

Bárbara, 6ºH



Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"