"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

01/05/14

La luna

  Numa das saídas para pescar uma família (avô, filho e neto) estavam em pleno mar a realizar as suas tarefas, quando a lua se fez notar.
 Esta brilhava muito como se o sol se tratasse.
  O filho puxou umas escadas intermináveis para o mais novo subir e conseguir chegar até lá.
  A subida demorou algum tempo, a luz que a lua refletia incomodava o rapazito depois de algum tempo o neto conseguiu aperceber-se que algo não estava bem .
  Ele tinha chegado ao bosque encantado .No ultimo degrau já conseguia ver uma criatura pequena, com um ar doce e tranquilo.
  Que o recebeu muito bem e o encaminhou-o até ao castelo.
  O neto estava muito aflito afinal tudo era diferente , as árvores estavam cheias de maçãs douradas, as flores estavam cobertas de pedras brilhantes, a erva era um tapete de diamantes. Tudo brilhava!
   Chegando ao castelo o rapazito foi recebido por um rei gordinho com um ar muito simpático que apontou assertivamente para um baú. O que o rei queria era que o neto levasse o misterioso baú ao seu avô, pois ele merecia tudo o que estava lá dentro.
  Depois disto o rapaz foi levado até às escadas.
  A descida foi mais rápida e em segundos já estava com a sua família. Deu a oferta ao avô e este tentou abrir o baú, mas não conseguiu, até que caiu daquela luz ofuscante uma chave. O avô coloco-a na fechadura, qual não foi o seu espanto quando todos se viram cobertos de ouro.
  Assim esta família pôde fazer uma vida em condições que até ao momento era impossível.
  O neto deixou de pescar e voltou à escola onde era o seu lugar.

                                                                                                       
Rodrigo Gomes
Rafael Duarte
Estéfano Oliveira 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"