"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

22/10/09

Os óculos mágicos!


Era uma vez um rapazinho chamado Rui.
Um dia Rui foi ajudar o seu avô, já muito velho, a arrumar o sótão.
Quando estava a arrumar o sótão, o rui encontrou uns óculos. O Rui experimentou-os e apercebeu-se que eram mágicos e o faziam ficar invisível!
O Rui depois de arrumar o sótão, foi dar comida ao José, o gato do avô. Foi então que ouviu o avô a ter uma conversa estranha no jardim...O Rui pôs os óculos mágicos e foi ver.
Então, quando lá chegou, viu uma coisa assombrosa: o avô estava a ter uma conversa com o diabo! Ele queria ser novo outra vez...o diabo concedeu-lhe esse desejo, mas o avô ficaria mudo para sempre!
Claro que ao ver-se mudo, logo se arrependeu...mas não tinha como voltar atrás!
Rui teve uma grande ideia e fez uma proposta ao diabo: dar-lhe-ía os óculos em troca da voz do avô.
O diabo aceitou e tudo voltou ao normal.
O avô do Rui aprendeu uma grande lição: aceitar o envelhecimento como algo natural da vida.
Gonçalo Brás, 6ºF a partir do jogo:" Arca dos Contos"
Cartas: Diabo, velho,óculos mágicos,invisível,jardim,emudecer,carta à escolha.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"